Hemosc pede doações de sangue durante temporada de verão

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) pede que as pessoas doem sangue na temporada de verão. Nesta época, as doações tendem a diminuir, mas a necessidade do estoque pode aumentar.

O Hemosc precisa de todos os tipos de sangue, mas o de O negativo costuma reduzir mais rápido. “Como o O negativo é compatível com os outros tipos sanguíneos, ele é o sangue escolhido para transfusões de emergência”, esclareceu a responsável pela Divisão de Produção do Hemosc, Muriel Mazziero.

Como funciona a doação de sangue

Muriel Mazziero explicou que uma única coleta pode salvar várias vidas. O processo de doação dura, em média, 55 minutos. São retirados cerca de 450 mililitros de sangue.

O doador faz o cadastro com documento oficial com foto, depois passa por um processo de triagem para ver se cumpre os requisitos. Em seguida, é feita a retirada do sangue e, na sequência, a pessoa é encaminhada para um lanche, disse Mazziero.

As doações podem ser feitas nos hemocentros das cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages e Tubarão. Confira os endereços e horários de funcionamento no site do Hemosc.

Quem pode doar?

  • pessoas entre 18 e 69 anos;
  • adolescentes de 16 e 17 anos são aceitos com a presença e autorização formal dos pais ou responsáveis;
  • primeira doação precisa ser feita pelo menos até os 60 anos;
  • doador precisa estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
  • doador precisa pesar acima de 50 quilos;
  • doador deve evitar o jejum antes de doar. O ideal é fazer refeições leves e não gordurosas nas horas antes da doação;
  • evitar bebidas alcoólicas nas 12 horas antes da doação;
  • mulheres devem ter um intervalo de três meses entre as doações. Homens, de dois meses.

Não podem doar pessoas que têm ou tiveram as seguintes doenças:

  • hepatite após os 11 anos de idade;
  • lepra (hanseníase);
  • hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto;
  • doença autoimune;
  • doença de Chagas;
  • Aids;
  • problemas cardíacos (necessita avaliação e declaração do seu cardiologista);
  • diabetes;
  • câncer.

Comente Abaixo