Homem é preso por morte de transexual em Balneário Camboriú

Um homem de 35 anos foi preso preventivamente suspeito de assassinar uma travesti em Balneário Camboriú, no Litoral Norte do Estado. O crime ocorreu na madrugada do dia 4 de julho de 2018 em um terreno baldio da cidade.

Segundo a Polícia Civil, Willian da Silva Soares, mais conhecido como Mirella, de 29 anos, foi encontrado com uma bolsa enrolada no pescoço e um corte na mesma região, em um terreno na Avenida Alvin Bauer.

De acordo com a investigação, no dia do crime o suspeito e a vítima teriam ingerido bebidas alcoólicas e drogas, além de manter relações sexuais. Em certo momento, os dois brigaram e o homem teria usado uma corrente para enforcar Mirella.

Imagens de uma câmera de segurança ajudaram a polícia na identificação do suspeito. Ele foi localizado e prestou depoimento no dia 7 deste mês, onde confessou o crime.

Com as evidências, a justiça autorizou a prisão preventiva do homem, que não teve a identidade divulgada. Ele foi levado ao Presídio do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.

Comente Abaixo