Homem teria matado esposa e tenta se jogar de prédio em Balneário

A rua 3150, no centro de Balneário Camboriú, foi fechada em uma operação das polícias Militar e Civil, além da participação da guarda municipal, Samu e Bombeiros.

O Bope, de Floripa, também foi acionado.



Informações extra oficiais

Um homem de 43 anos teria matado a esposa de 20 há três dias com requintes de crueldade e permanecia com o corpo dela no apartamento. De acordo com vizinhos, o entra e sai do homem no prédio carregando muito gelo, teria chamado a atenção. Há relatos de que um forte cheiro estaria se alastrando pelo prédio.

Na noite desta terça-feira, ele teve o crime descoberto e ameaça se matar, se jogando do prédio. A polícia está negociando para ele se entregar.

Até as 0:30, no fechamento desta matéria, a negociação já durava 4 horas.

A polícia não repassará mais informações até o fechamento da ocorrência.

Relembre outro caso 

Em 1996, Osni Antunes entrou para a história da crônica policial brasileira, chamando a atenção de todo o País para a cidade. O caso ficou conhecido como “O Crime do Freezer”
Ele é acusado de matar sua companheira Maria das Graças Mendes e o enteado Washington Luiz de Carvalho. O crime aconteceu no primeiro dia de 1996 na lanchonete São Roque, de propriedade da família, na Rua 1500 esquina com a Av. Brasil.

Confira a matéria completa : “Crime do freezer”: O crime que marcou a história de Balneário Camboriú.

Comente Abaixo
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.