Hospital Marieta emite nota oficial sobre “Morto Vivo”

Segue nota na íntegra sobre a reportagem veiculada pelo jornal Diarinho e replicada pelo Portal Visse?.

Link da matéria: Paciente considerado morto, vai para o necrotério respirando no Marieta



Confira a nota

O Hospital Marieta repudia a reportagem de capa da edição desta sexta-feira (12/4) do Diarinho e reforça que está sendo vítima de notícias maldosas gravíssimas. O caso foi levado à Justiça e a juíza Francielli Stadtlober Borges Agacci concedeu liminar determinando a retirada das postagens tanto do site quanto das redes sociais do jornal, bem como o recolhimento das edições impressas ainda não vendidas sob pena de multa diária. 

Faltou o senso do bom jornalismo, que prega ouvir todos os envolvidos, principalmente em uma denúncia como a apresentada. A reportagem contatou a assessoria de imprensa do Hospital Marieta no final do dia, reduzindo o tempo hábil para entendimento do caso e, por conseguinte, uma resposta. Mas, pior do que manchar a imagem da instituição que preza pela melhora da saúde e cura dos pacientes, não respeitou a dor da família de um paciente que não resistiu ao câncer.

O paciente sofreu uma parada cardiorrespiratória às 15h24min, mas houve retorno da circulação após 12 minutos. Os familiares que o acompanhavam foram informados da gravidade do estado de saúde e dos procedimentos realizados pela equipe médica. Às 17h20min o paciente sofreu nova parada cardiorrespiratória e mesmo após tentativas de reanimação, não resistiu e foi a óbito. Como é de protocolo, não houve acionamento de funerária, mais uma inverdade.

Desde 2015, em todos os pedidos realizados pela imprensa, o Hospital Marieta sempre encaminhou respostas e nunca deixou o jornalista sem um posicionamento, respeitando sempre o sigilo médico e dos pacientes. Assim como sempre foi avisado às equipes de reportagem que as respostas precisam de checagem interna e entendimento detalhado dos procedimentos das solicitações. Ainda assim, o Diarinho optou por alimentar uma mentira e publicar na capa do jornal mais lido da região um fato sem esclarecimento da outra parte, induzindo a comunidade a tomar juízo de valor.

O material publicado nas redes sociais, ainda leva a uma avalanche de comentários sem precedentes e infundados, sem qualquer embasamento técnico, verdadeiras opiniões cuja única pretensão é desmerecer um trabalho árduo realizado há mais de 60 anos para a comunidade de Itajaí e região. A própria família se manifestou sobre ter tido um tratamento primoroso e o fato noticiado ser uma história inverídica.

O Hospital Marieta nunca negou os problemas, mas sempre fez de tudo para ajustar da melhor maneira e garantir aos mais de 130 mil pacientes anuais um atendimento digno, humanizado, atento em preservar os que se encontram em situações mais frágeis e prezando pela melhoria da saúde. Em mais de seis décadas, o Hospital Marieta surgiu e se desenvolveu, tornando-se uma importante referência na saúde de Santa Catarina e com vocação para especialidades médicas como ortopedia, cardiologia e oncologia, além da atuação interdisciplinar entre as várias especialidades e a realização de exames de alta complexidade.  A unidade tem como característica ainda ser porta aberta, atendendo todos os casos de urgência e emergência que chegam via Pronto Socorro.

 

Comente Abaixo
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.