Humildade e transparência é fundamental

Gestor também pode errar! É normal.
Mas tem a obrigação de assumir os erros.

Na segunda-feira, dia 08, o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, anunciou aos quatro ventos que o município acabava de abrir mais 4 leitos para atendimento de pacientes de COVID. Teve até print do Twitter do alcaide sendo distribuído a exaustão pelos comissionados. Foi uma sentença, está aberto!

Acontece que, pelo jeito, as coisas não sairam como o esperado e os leitos não foram ativados. A informação foi confirmada por um assessor de comunicação da prefeitura em um grupo do Whats, informando que seriam ativos no decorrer da semana.

Tudo bem, sem problemas, imprevistos acontecem e o povo entende isso. Não há nada de mal, afinal, o importante é que vão abrir.

A tarde a vereadora Juliana Pavan ligou para a saúde e confirmaram que os leitos estavam ativos, mesmo o assessor dizendo que não estava. Até ela entendeu que pode ter havido algum problema de interpretação. Tudo normal.

O problema começou quando a prefeitura não publicou o boletim do dia, que traria o número total de leitos de UTI. A comunicação sumiu. Foi cobrado, disseram que teria boletim, e nada da publicação sair.

Até o momento, 14:41, nenhum boletim relativo ao dia 09 de março, foi publicado. Só pelo fato de não admitir que os 4 leitos anunciados como abertos, não abriram. A dificuldade do governo em assumir erros é estarrecedor, embora seria a melhor opção neste momento. O ser que “avalisa” os boletins antes de ir para a rua (que eu sei bem quem é) deveria lembrar que existem 150 mil habitantes esperando por isso, e não somente um pequeno número de politiqueiros.

No painel do estado, não consta nem os 5 que o próprio estado já anunciou que abriu. Muito menos os 4 anunciados pelo prefeito. Não da pra saber a situação da ocupação da AMFRI, pela falta de informações de BC. Todos os jornalistas, que tem sua planilha de evolução dos casos, ficou sem informação. A população cobrando e nada de sair a preciosa informação.

Tudo o que relatei na última coluna. O povo está perdido e cada informação do poder público é preciosa. Ao invés de camuflar, assumam o erro. A população entenderia numa boa. Mas a politicagem em cima da pandemia, não deixa assumir erros. Uma grande bobagem.


Humildade e transparência é fundamental
Por Gian Del Sent