Iniciada a obra da ponte sobre o Rio Camboriú na Marginal Oeste da BR-101

Trabalhadores atuam nas atividades de fundação da nova ponte sobre o Rio Camboriú, na Marginal Sul da BR-101/SC

As equipes da Arteris Litoral Sul trabalham, já desde o mês de fevereiro, nas obras de construção da nova ponte sobre o Rio Camboriú, na marginal oeste da BR-101/SC (km 135,3). A estrutura terá 172,7 metros de extensão por 10,4 metros de largura e o prazo de execução previsto é de 18 meses.

Nos últimos 45 dias, as equipes trabalharam na limpeza de terreno, montagem do canteiro de obras e na armação de ferragens. Agora, as atividades se concentram na etapa de fundação e infraestrutura. No decorrer do próximo mês, serão iniciadas também as atividades de construção das vigas pré-moldadas.

“Temos um compromisso com nossos usuários e toda a sociedade que utiliza a BR-101/SC diariamente. Por isso, vivemos a partir de agora mais um momento importante para a concessão, com início desta obra tão esperada e também com o avanço das obras na ponte da marginal norte”, destaca Cesar Sass, diretor de operações da Litoral Sul.

A tecnologia construtiva empregada na construção da ponte sul será similar a já aplicada na ponte da marginal norte – e deve contar com o lançamento de vigas pré-moldadas a partir de uma treliça lançadeira – instalada em paralelo à rodovia, e que minimiza a interferência dos trabalhos no trânsito da BR-101/SC.

A nova ponte terá duas faixas de rolamento e passeio segmentado para uso de pedestres e ciclistas. A estrutura possibilita a continuidade do trânsito pela marginal sul, servindo de ligação também para acesso ao novo Centro de Eventos de Balneário Camboriú.

Mais informações sobre obra de construção – ponte sobre o Rio Camboriú Marginal Oeste:

Duração: 18 meses

Pico de mão de obra: 40 trabalhadores

Tecnologia construtiva: uso de treliça lançadeira para vigas pré-moldadas (avanço das obras sem impacto no trânsito)

Dimensões: 172,7 m x 10,4 m, sendo duas faixas para rolamento + passeio para pedestres e ciclistas compartilhado.

Benefício: possibilita a implantação de sistema binário entre as vias marginais norte e sul – proporcionando maior mobilidade e segurança – segmentando o fluxo local/turístico do de longa distância. A nova ponte também viabiliza a ligação de acesso ao novo Centro de Eventos do município.