Irmã é suspeita de espancar vítima até a morte em Gaspar

Os suspeitos de assassinar Luciana Avancini de Souza Franco, 19 anos, foram presos pela polícia Civil de Gaspar. As ordens de prisão foram cumpridas na tarde de sexta-feira, contra a irmã e o cunhado da vítima, ambos de 17 anos. Outros dois homens, um de 19 anos, cunhado da acusada, e um de 23 anos, motorista que ajudou a levar a vítima até o local do crime, também foram trancafiados. O corpo de Luciana foi encontrado num matagal no bairro Gaspar Alto, em 22 de setembro.

Segundo as investigações, o assassinato aconteceu devido a uma disputa entre duas facções criminosas rivais, uma de Santa Catarina, que seria o primeiro Grupo Catarinense (PGC), e outra de São Paulo, o primeiro Comando da Capital (PCC).

O assassinato foi gravado com um celular pelos suspeitos, que torturaram Luciana e fizeram com que ela confessasse ser integrante da facção rival, conforme apurou a polícia. Luciana teve a cabeça esmagada na sessão de crueldade. Um pé de cabra e facas foram usadas pra torturá-la.

O crime foi planejado pela irmã mais nova de Luciana, junto com o namorado e o cunhado, W.R.S.L., 19 anos. O motorista de aplicativo, R.O.P., 23, teria levado Luciana até o local da emboscada. Ele também teria feito um vídeo da execução. Em depoimento, alegou que foi coagido pela facção criminosa a ajudar no crime.

De acordo com a polícia, o cunhado e o namorado da irmã de Luciana teriam sido os executores. Os adolescentes foram encaminhados pro centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep). Os outros dois envolvidos foram pro presídio Regional de Blumenau

Crânio esmagado com pé de cabra

O corpo de Luciana foi encontrado por trilheiros no meio do matagal, já em estado de decomposição. O crime teria ocorrido três dias antes. No começo, se pensou que ela tivesse sido decapitada, mas O IGP confirmou que não houve separação de tronco e cabeça.

O crânio, no entanto, foi esmagado a golpes de pé de cabra. Pedaços do crânio e do maxilar ficaram espalhados pela trilha. A vítima ainda sofreu facadas nas costas.
Luciana era natural de Curitiba, de onde também é a irmã. O cunhado e o namorado da irmã são da Bahia e o motorista, de Blumenau, onde todos moravam. Outras pessoas ainda serão ouvidas na investigação.

Por Diarinho

Comente Abaixo