Itajaí abrirá mais de 60 leitos para atendimento de pacientes com COVID

Foto: Prefeitura de Itajaí/Divulgação

O Município de Itajaí anunciou, em live no fim da tarde desta quarta-feira (10), um novo plano de ação para combate ao coronavírus. Entre as medidas estabelecidas está a criação do Centro Municipal de Apoio à Covid-19 no Centreventos da cidade. No local, serão implantados 37 leitos de observação de longa permanência (enfermaria) e quatro de estabilização (semi-UTI). O plano também inclui a ampliação de 20 leitos de enfermaria na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro Integrado de Saúde (CIS), no bairro São Vicente.

O plano de ação foi elaborado com a participação das secretarias municipais que integram o Conselho Gestor do Município. O objetivo é proteger Itajaí da situação de agravamento da pandemia no Estado e país, criando novas estratégias de combate ao coronavírus.

“Ao mesmo tempo em que estamos ampliando nossas estruturas para atender aos itajaienses também estamos cobrando celeridade do Governo do Estado para conclusão do Complexo Madre Teresa e implantação de mais leitos de UTI. Estamos fazendo todo possível para proteger a população e precisamos do apoio de todos nessa luta, respeitando as medidas preventivas ao coronavírus”, destaca o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Mais leitos para atender aos itajaienses

O Centro Municipal de Apoio à Covid-19 será instalado no Anexo do Centreventos e vai atender apenas moradores de Itajaí transferidos internamente pelas UPAs e pela Enfermeira do Hospital Marieta Konder Bornhausen. Ao todo, serão implantados 37 leitos de observação de longa permanência (enfermaria) e quatro leitos de estabilização (semi-UTI). A estrutura física, os equipamentos necessários e os profissionais de saúde para o Centro estão sendo contratados pelo Município.

A previsão é que o local seja ativado na segunda quinzena de março e permanecerá funcionamento por 90 dias ou até que seja concluída a obra do Complexo Madre Teresa, anexo ao Hospital Marieta. Neste complexo, o Governo do Estado prevê ativar pelo menos 40 leitos de UTI e 40 de enfermaria.

Além do Centro Municipal, a Secretaria de Saúde de Itajaí está reestruturando a UPA CIS para implantar mais 20 leitos de observação de longa permanência no local. Com isso, a unidade ficará com 50 leitos de observação adultos, quatro leitos de observação pediátricos, cinco leitos de estabilização adultos (semi-UTI) e um leito de estabilização pediátrico a partir de segunda-feira (15).

Ampliação dos testes oferecidos

O plano de ação ainda prevê a ampliação dos exames RT-PCR nas UPAs do município e a aquisição de testes do tipo Antígeno PCR, uma espécie de teste rápido que detecta se o vírus está ativo no organismo. O resultado sai em poucos minutos e vai facilitar os procedimentos adotados nas unidades básicas, pronto atendimentos e Centreventos.

O Município também vai reforçar as medidas não farmacológicas, incentivando o uso e distribuindo máscaras para a população. Os tratamentos profiláticos, como a ivermectina e a pesquisa com ozonioterapia, seguirão à disposição dos moradores que desejarem fazer uso.

Outra estratégia será a criação de um sistema de cadastro para vacinação através de aplicativo e também pelo 0800 642 5500 (Alô Saúde). A intenção é agilizar o processo de cadastramento dos grupos prioritários, oferecendo novas ferramentas de acesso. O início do cadastramento nestes canais será informado ao público posteriormente.