Itajaí puxa matriz e região da AMFRI permanece em risco gravíssimo para Covid-19

A Matriz de Risco Potencial para a Covid-19 divulgada pelo Governo de Santa Catarina e Secretaria de Estado da Saúde (SES), neste sábado, 26, classifica 15 das 16 regiões de saúde em alerta gravíssimo. Somente a região do Extremo Oeste se encontra em nível grave. No boletim divulgado na semana passada, a região Nordeste era a única na cor laranja do mapa, mas nesta semana retornou à cor vermelha.

AMFRI no Vermelho

Duas das quatro variáveis para definir a matriz estão em vermelho. Uma delas o evento sentinela, que mostra o número de mortes/100mil habitantes e a capacidade de atenção, que mostra a lotação das UTIs.

Entre os dias 18 e 25 de junho, a AMFRI registrou 31 mortes para COVID. Destas, 14 foram em Itajaí e as outras 16 foram nos dez outros municípios da AMFRI. Itajaí tem hoje 751 casos ativos, quase 3 vezes mais do que Balneário Camboriú que tem hoje 271 casos ativos.

Puxando o “bonde” da matriz, Itajaí deixa a região com 11 municípios no risco gravíssimo (vermelho) para a COVID-19.

De acordo com o boletim das prefeituras da AMFRI de ontem, dia 25, Itajaí aparecia em primeiro lugar com o maior número de casos ativos, 756. Em segundo vinha Navegantes com 312 casos e ativos e Balneário Camboriú com 293 casos.

:: Matriz completa aqui

Ainda de acordo com a Matriz, todas as regiões se encontram em nível gravíssimo para o quesito capacidade de atenção, que analisa a média de ocupação dos leitos de UTI. A região do Extremo Oeste se destacou no Evento Sentinela, a única que não ficou no vermelho, além do monitoramento dos casos, que ficou na cor amarela (nível alto).