JEC é punido pelo pleno do STJD

Tricolor terá de cumprir a pena de uma partida com portões fechados na última rodada, contra o Vila Nova, na Arena. Suspensão acontece por causa da confusão no clássico contra o Avaí

O Joinville recebeu uma notícia ruim na tarde desta quinta-feira, em julgamento realizado no pleno do STJD, em Belo Horizonte (MG). A exemplo do que aconteceu na primeira instância, o clube foi punido pela entidade por causa da confusão na partida contra o Avaí, no dia 23 de setembro, na Arena. Na ocasião, fogos e rojões foram atirados ao gramado. A punição será cumprida na última rodada da Série B, contra o Vila Nova, no dia 26 de novembro. Além desta suspensão de um jogo, o JEC recebeu multa de R$ 10 mil.

A diferença desta punição imposta pelo pleno é que o JEC poderá cumprir a suspensão jogando na Arena, mas com portões fechados. Antes, no primeiro julgamento, a quarta comissão disciplinar havia determinado que o jogo fosse em Florianópolis.

Apesar de não estar completamente satisfeito — o objetivo era a absolvição ou interdição de parte do estádio como tem acontecido com alguns clubes da Série A —, a estratégia do departamento jurídico do JEC atingiu mínimo desejado.

O advogado do clube, Roberto Pugliese Jr., pretendia, pelo menos, manter o jogo na cidade para evitar mais prejuízos à equipe.

Confira a palavra dele com a avaliação do julgamento

(Por A Notícia)

Comente Abaixo