Jogador do Avaí é flagrado em festa clandestina

A PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) encerrou no último sábado (27) uma festa clandestina com cerca de 200 pessoas no bairro Saco dos Limões, em Florianópolis. Entre os presentes, estava o zagueiro Fagner Alemão, do Avaí.

Zagueiro Alemão (ao centro) em festa clandestina, encerrada pela PMSC no último sábado (27), Avaí apura fato internamente – Foto: Reprodução/ND

A PM, entretanto, disse que não identificou os convidados da festa, somente os responsáveis, que responderão a um termo circunstanciado.

Membro da torcida Mancha Azul, do Avaí, José Carlos Silva Junior, confirma a presença do jogador. Segundo ele, um diretor do clube também estaria na festa. “Pelo que foi apurado até o momento, só o Alemão e, aparentemente, um diretor do Avaí também estava na festa”, disse.

Segundo ele, não é a primeira vez que o jogador se envolve nesse tipo de situação. “Temos funcionários do clube em estado grave devido à Covid-19. Falta de respeito com a sociedade, com a torcida e com o próprio clube”, lamentou o torcedor.

“Em um momento onde jogos são cancelados devido à pandemia de Covid-19, onde existe funcionário(a) internado em estado grave por essa moléstia que atinge a todos, nos deparamos mais uma vez com esse tipo de situação esdrúxula”.

A torcida organizada também se dirigiu a Marco Aurélio Cunha e Marquinhos Santos, pedindo que providências sejam tomadas de imediato.

Procurada, a assessoria do Clube informou só tem as informações divulgadas em rede social e que o assunto será conversado internamente. “Primeiro tem que saber o que aconteceu”.

Festa durante lockdown

A polícia informou que, por volta das 17h, guarnições do 4º batalhão foram acionadas, após diversas denúncias via 190, para atender ocorrência de descumprimento ao decreto estadual 1.172 em uma casa, no bairro Saco dos Limões.

Atleta do Avaí é flagrado em festa clandestina em FlorianópolisFesta dispersada pela PMSC no Saco dos Limões, em Florianópolis desrespeitava o lockdown – Foto: Divulgação/PMSC/ND

“No local, havia aproximadamente 200 pessoas, show ao vivo e sem seguir os protocolos como uso de máscaras e distanciamento social respeitados”, informou a PM.

ND Online