Juri popular condena Lucas Spernau a 7 anos de prisão em regime semi-aberto

O arquiteto Lucas Spernau, hoje com 28 anos, foi submetido a juri popular durante esta quinta-feira, 06, no Fórum da Comarca de Balneário Camboriú.

O juri decidiu por 4 votos a 3, por condenar Lucas a 7 anos e seis meses de prisão pelo crime de homicídio culposo em regime semi-aberto.

Lucas foi julgado por três homicídios com dolo eventual – quando se assume o risco de matar, ainda que sem intenção – e uma lesão corporal grave. O acidente ocorreu em dezembro de 2009, na esquina da rua 2000 com a 3ª Avenida, no centro de Balneário Camboriú, quando Lucas, na época com 19 anos, dirigia o carro do pai, voltando pra casa.

Os advogados que representaram Spernau no júri popular, Juliano Cavalcanti e Flávio Schlickman, disseram que pretendiam comprovar que as versões que vieram à tona na época do acidente não correspondiam à realidade.

Os advogados afirmaram ainda, que esperavam um julgamento técnico e adiantam que vão recorrer a sentença.

 

(Foto: Fabiano Correia, Arquivo Pessoal)

 

 

Comente Abaixo