Justiça determina entrega de chave de Jaguar envolvido em acidente que matou duas jovens na BR-470

A Vara Criminal de Gaspar, no Vale do Itajaí, determinou que seja entregue em cartório em 48 horas a chave do Jaguar envolvido na batida que matou duas jovens na cidade em fevereiro. O instrumento é necessário para conclusão da perícia do carro.

Na mesma decisão, de quinta-feira (4), a Justiça negou novamente a liberdade do motorista, Evanio Wylyan Prestini, que está preso desde o dia do acidente. A NSC TV não conseguiu contato com a defesa do motorista.

Jaguar envolvido em acidente que matou duas jovens na BR-470 em Gaspar — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Jaguar envolvido em acidente que matou duas jovens na BR-470 em Gaspar
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Chave

O Instituto Geral de Perícias (IGP) enviou para o Vale do Itajaí, na semana passada, peritos especializados de Florianópolis. A missão – determinada pela Justiça – era fazer um exame completo no carro dirigido pelo acusado.

“Chegando lá, a gente observou que faltou a chave para a gente poder acessar alguns dados eletrônicos que são importantes para a gente poder responder os quesitos que foram formulados pelas partes, pelo juiz e pelo Ministério Público”, explicou Ricardo Mori, gerente de criminalística do IGP.

Os peritos voltaram com um exame superficial, basicamente apontando os danos no veículo, o que deixa pendente uma série de perguntas, segundo a promotora que fez a denúncia, Andreza Borinelli.

“Questão da velocidade do veículo, verificar se pelo GPS do veículo é possível saber qual foi o trajeto efetuado pelo motorista, verificar itens de segurança do carro dele, se estavam todos ativados”, disse a promotora.

Com a chave, os peritos vão conseguir acessar o computador de bordo do veículo, que pode guardar dados fundamentais para o andamento das investigações.

 

Fonte: G1/SC