Justiça libera construção da Roda Gigante Big Wheel BC

A Juíza Adriana Lisbôa proferiu nesta terça-feira (04), a decisão do processo movido pelo Ministério Publico, que impedia o início da construção do empreendimento Big Wheel BC, a roda gigante que pretende se instalar no Pontal Norte, em Balneário Camboriú.

Na ação movida pelo MP, o promotor Isaac Sabbá Guimarães alegava que o projeto ocupava áreas da ZAN III, que é uma área de preservação ambiental e não é permitido este tipo de empreendimento. O promotor ainda acusou o município de descumprir a legislação, desrespeitando o Plano Diretor, promovendo o processamento de “Projeto Especial”, para uma edificação em área de APP.

Na defesa, os advogados da “Cavalcanti & Zenatti Advogados Associados”, que representam a Big Wheel, mostraram que na ZAN III ficará o “Parque Urbano Pontal Norte”, um projeto que será feito em área particular e será a contrapartida da empresa para a construção do empreendimento. Já a roda gigante, ficará restrita a ZAN I, área em que é permitido este tipo de empreendimento conforme o plano diretor da cidade. (imagem abaixo)

A empresa ainda explicou que a maior parte do imóvel será transformada em “Reserva Particular do Patrimônio Natural”, destinada à conservação, pesquisa e estudo ambiental, contando com estrutura completa “trilhas ecológicas e mirantes que se conectam à passarela do costão, além de áreas de convivência, segurança, iluminação e wi-fi, com acesso ao público de forma gratuita”, cuja manutenção será 100% custeada pela Empresa.

Decisão

Na sua decisão, a juíza deferiu parcialmente as alegações do MP na ação. Em seu texto, a magistrada reforçou a possibilidade de construir dentro da ZAN I e reforçou que não será possível construir nada referido a roda gigante na área de ZAN III, como já previa o projeto. A decisão libera os trâmites finais para o início da construção da Big Wheel BC.
A decisão ainda cabe recurso de ambas as partes.

A Big Wheel 

A Roda Gigante, chamada de Balneário Camboriú Big Wheel, será a maior da América do Sul, e contará com 32 cabines climatizadas, que proporcionarão vistas panorâmicas da cidade e da orla, num passeio silencioso, limpo e seguro. A atração tem como local, uma área privada de 37.500 m2, no costão da Barra Norte, e contará com uma estrutura que se conecta à passarela do costão, além de áreas de convivência, banheiros, segurança, iluminação e Wi-fi.

Conforme os empresários responsáveis pelo projeto da Big Wheel BC, o parque prevê a construção de edificações de baixo impacto ambiental, utilizando menos de 1% da área total do terreno. O acesso ao local será público e deverá ser cobrado só o que for consumido. Similar a de Londres, a roda gigante poderá operar em horário diferenciado, tornando uma opção para lazer noturno. O passeio deverá ficar entre R$ 20 e R$ 30.

Conheça melhor o projeto nos slides abaixo.

 

 

 

 

Comente Abaixo