Lamborghini que assinará prédio em BC, não tem vínculo com fabricante de carros

A Embraed anunciou neste domingo(15), em primeira mão ao jornal Página 3, que “Lamborgini assinará prédio da Embraed em Balneário Camboriú”. E embora a matéria não faça menção a indústria de carros esportivos italiana, Lamborghini Automobili SpA, toda a mídia feita em torno do anúncio da a entender que seja a mesma coisa.

Tonino Lamborghini é filho de Ferruccio Lamborghini, fundador da empresa de tratores que passou a produzir carros esportivos em meados dos anos 60, na Itália.

Afetada pela crise do petróleo, a Lamborghini Automobili saiu do controle da família em 1973, quando Ferruccio vendeu a companhia a investidores suíços. Desde então, a marca de carros passou por diversos donos e chegou a pertencer à Chrysler entre 1987 e 94. Nos anos 2000, enfim, a Lamborghini Automobili SpA passou a fazer parte do grupo Volkswagen.

Tonino Lamborghini, seguiu a vida tocando as vinícolas do pai e resolveu usar o prestígio do sobrenome para criar uma empresa, batizada com seu nome e sobrenome, especializada em artigos de luxo como relógios, perfumes, roupas e acessórios. Inclusive seu filho, que leva o nome do avô Ferruccio, é sócio em sua empresa de design.

Embora haja clara inspiração dos luxuosos Lambo’s no desenho de todos os produtos e no logotipo da sua empresa, Tonino Lamborghini nada tem a ver com a marca de carros Lamborghini Automobili. Inclusive nem tem autorização para desenhar, produzir ou assinar criações de carros esportivos.

Em resumo, embora a Embraed esteja anunciando Tonino como o “designer” de seu novo empreendimento, não poderá nem mesmo usar imagens de carros esportivos da marca italiana, que hoje pertence a fabricante alemã Volksvagem, e nem mesmo dar a entender que uma coisa está ligada a outra.

Alguns corretores de imóveis, sites e até mesmo grandes portais de notícias tem publicado a novidade citando a empresa de automóveis e usando imagens dos esportivos nas matérias. Natural, tendo em vista que a empresa não deixou claro isso em momento algum.

Armani, Ferrari , Fendi, Zaha Hadid, Porshe e outras grandes marcas, são sempre bem vindas. Desde que seja feita de maneira clara e correta, certo?

E para reforçar, quando falar em construção civil, deve falar “o” Lamborghini e não “a” Lamborghini. Isso ajudará a evitar um processo por uso indevido de uma marca com patente internacional.

Comente Abaixo