Litoral: Reforço no policiamento chega só às vésperas do Natal

Cerca de 200 policiais vem trampar de Piçarras a Bombinhas, a partir do dia 22 de dezembro. Eles ficam até março de 2017

A Operação Veraneio 2016/2017 vai começar mais tarde este ano. Para compensar a demora, a expectativa é que o número de policiais militares seja o dobro da temporada passada. Cerca de 200 policiais a mais devem atuar entre as cidades de Balneário Piçarras e Bombinhas.
A operação vai começar no dia 22 de dezembro e segue até 6 de março de 2017. O atraso no início dos trabalhos é por causa da formatura dos novos soldados da PM, marcada só para 16 de dezembro.
No total, 700 novos policiais serão formados e irão trabalhar em todo o litoral catarinense durante os meses mais quentes do ano.
O coronel Cláudio Roberto Koglin, comandante da 3ª Região de PM, informa que para a região estão previstos de 200 a 240 policiais. Eles serão distribuídos entre as 14 cidades que fazem parte da 3ª região. “Os policiais representam um aumento de 100% no efetivo empregado neste ano e esta será a grande diferença desta operação”, elogia.
Outros 200 policiais devem atuar no batalhão de Operações Especiais (BOPE), no batalhão de Choque, na cavalaria, no canil e no helicóptero da PM. “Os efetivos são variáveis porque atendem especificamente algumas cidades e eventos que haverá durante o verão”, explica.
Um desses grandes eventos será o réveillon, que terá o policiamento reforçado, principalmente em Balneário Camboriú. Segundo o comandante Koglin, a Praia Brava também será outro local que terá reforço nas rondas policiais, devido ao aumento no número de ocorrências registradas na temporada passada.
O número de policiais militares que virão para cada cidade da região ainda serão informados pela secretaria de Segurança Pública.

75 ficam
Após a operação, os 700 soldados retornarão para suas cidades de origem e 75 ficarão na região. Itajaí receberá 22 policiais, o batalhão de Navegantes ficará com 15 PMs para atender Navegantes, Penha e Balneário Piçarras, e 38 fardados irão para o batalhão de Balneário Camboriú, que terá que dividir o efetivo entre as cidades que compõe a sua área: Camboriú, Itapema, Porto Belo, Bombinhas e Tijucas.

Polícia Civil pediu mais 50 policiais pra temporada
A polícia Civil também vai receber reforço durante a temporada de verão. As regionais de Itajaí e Balneário Camboriú já fizeram o pedido à secretaria de Segurança Pública. Novos agentes devem começar a trabalhar a partir de segunda-feira nas delegacias da região, o que já vai ajudar a suprir a demanda.
Ângelo Cintra Fragelli, delegado regional de Itajaí, informa que pediu a mesma quantidade de efetivo que atuou na temporada passada. Por isso, acredita que o pedido será aceito.
Para Itajaí ele solicitou que viesse um delegado e mais quatro policiais. Para Penha e Barra Velha, ele pediu um delegado e três policiais para cada cidade. Os agentes e delegados devem atuar na região até o Carnaval.
Antes do início da operação Veraneio, a polícia Civil deve ter um reforço no quadro de funcionários. No total, 13 agentes devem começar a trabalhar a partir de segunda-feira em Itajaí. “Com a vinda desses policiais, vamos ter uma mudança na CPP e na DIC, que vai dobrar o efetivo”, informa.
Atualmente, a divisão de Investigação Criminal (DIC) dispõe de apenas cinco policiais e de um delegado. Com a chegada do reforço, a DIC vai ficar com 10 policiais e dois delegados.
Já as outras delegacias vão receber sete agentes. “O nosso grande problema é que os policiais das outras delegacias têm que fazer plantão na CPP (Central de Plantão Policial) e agora teremos um efetivo só para a investigação”, diz.
Segundo Ângelo, com o reforço, será possível montar a delegacia móvel na Praia Brava. A delegacia vai ter dois agentes e um delegado para atender o bairro e registrar boletins de ocorrência durante o dia.
Para o delegado, com o reforço e a vinda de mais policiais durante a Operação Veraneio, a região se aproxima do número ideal de agentes. “Com estes policiais, chegamos a 95% do efetivo ideal. Apenas o número de delegados que ainda não supre o necessário porque precisaríamos de mais três”, comenta.

Balneário Camboriú
Balneário Camboriú recebeu 14 novos agentes que foram chamados em concurso público. Mas para a Operação Veraneio, a delegada regional Magali Nunes Ignácio pediu um reforço de 24 agentes para Balneário e mais 24 para Camboriú. Também solicitou dois escrivães para cada cidade, além de dois delegados que vão atuar nos dois municípios. A ideia é ter oito agentes atendendo nas delegacias.
A delegada Magali ainda não sabe se o pedido será aceito, mas acredita que, pelo menos metade do solicitado, venha ajudar no atendimento na temporada.
Ano passado, 36 agentes trabalharam em Balneário e Camboriú. A cidade deve receber o reforço de uma aeronave para atuar em conjunto com a PM.
Tanto em Itajaí quanto em Balneário, o número de ocorrências policiais aumentaram, principalmente os furtos a veículos e de pedestres.
Por isso, a delegada Magali orienta que as pessoas não deixem material de valor dentro dos veículos e não andem com o celular na mão. “As pessoas precisam manter ações pró ativas de segurança pessoal. Porque, assim como vem turista, vêm também malfeitores pra praticar os delitos”, diz.

(Por Diarinho)

Comente Abaixo