“Loba do Tinder” é presa após extorquir mais de 100 homens

Patricia coleciona mais de 100 vítimas, dentre elas, um homem que chegou a extorquiu a quantia de R$ 50 mil – Foto: Reprodução/Facebook

A mulher conhecida como “Loba do Tinder” foi presa pela Polícia Civil de Campinas nesta quinta-feira (10). Patrícia Coutinho Pereira é acusada de ter feito mais de 100 vítimas no aplicativo de relacionamentos, segundo informações do UOL.

Patrícia era procurada pela polícia do Distrito Federal desde 2018 pelos crimes de estelionato, difamação e extorsão realizados durante o uso do aplicativo. Nas redes sociais, ela dizia ser advogada e empresária.

Conforme o delegado responsável pelo caso no DF, Ataliba Neto, a “Loba do Tinder” aplicava o golpe após ter relações sexuais com as vítimas, pedindo empréstimos por conta de problemas familiares.

Outra forma de conseguir dinheiro era chantagear as vítimas, já que a maioria dos encontros eram com homens casados.

Em um único caso, a extorsão chegou a quantia de R$ 50 mil. Até o momento, há vítimas no Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo, segundo a polícia.

ND Online