Mãe cometeu suicídio e levou filha de 8 dias junto. Bebê foi encontrada neste sábado.

Os bombeiros voluntários e militares de Navegantes encontraram na manhã deste sábado, o corpo da bebê Malu, que estava desaparecido desde a madrugada de quinta-feira, quando a mãe, Fernanda Luciana Silva, 39 anos, entrou no mar para se matar.

A mãe sofria de transtorno bipolar. Populares que estavam na praia avistaram o corpo e avisaram os bombeiros. Familiares tinham esperança de encontrar a pequena com vida. Fernanda sofria há quase 20 anos com a bipolaridade e, segundo família, enfrentava a depressão pós-parto.



A bebê foi encontrada por volta das 8h20 por um homem que caminhava perto do molhe da praia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo da recém-nascida, que tinha oito dias de vida, apresenta sinais de afogamento e de ter permanecido o tempo todo embaixo da água, o que confirmaria hipótese de afogamento com a mãe.

A mãe da criança foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (11), por volta das 6h30, na Praia Central, na faixa de areia, atrás de um campo de futebol. A família havia denunciado o desaparecimento das duas na madrugada, às 2h40.

De acordo com a Polícia Militar, a irmã contou que estava dando abrigo para a mulher, que sofria de transtorno bipolar, fazia uso de remédio controlado e estaria com depressão há alguns anos.

A irmã disse que como estava cansada, teria pegado no sono e, ao acordar, por volta de 2h, percebeu que a mulher e a bebê não estavam. Informou ainda que como a vítima havia passado por uma cesariana, não poderia ter saído de casa. A irmã também estava preocupada pois a mulher teria saído de pijama, sem levar comida para a criança.

No local onde a mulher foi encontrada, a criança não foi localizada e as buscas seguiam desde então.

O Instituto Médico Legal (IML), compareceu ao lugar para retirada do corpo.

Comente Abaixo
error: Este conteúdo é protegido. As fontes estão mencionadas no final da matéria.
%d blogueiros gostam disto: