Médico tenta tomar vacina pela terceira vez em Balneário Camboriú

Foto: Divulgação/Diarinho

Um médico tentou tomar a vacina da Pfizer, em Balneário Camboriú, mesmo já tendo tomado duas outras doses de imunizantes contra a covid-19. O caso aconteceu na última quarta-feira e a vacinação foi negada. A secretaria de Saúde do município prometeu intensificar a checagem para evitar fraudes.

A secretária de Saúde, Leila Crocomo, explica que desde que Balneário Camboriú passou a receber o imunizante da Pfizer várias pessoas começaram a procurar as salas de vacinação  novamente querendo receber o imunizante da farmacêutica John Young. A justificativa é que tomando a vacina norte-americana os interessados conseguiriam ter permissão para entrar em alguns países do exterior.

O médico que tentou tomar a terceira dose procurou a unidade de saúde do bairro Ariribá e solicitou a aplicação. A enfermeira estranhou o fato de um médico ainda não ter sido imunizado e checou o CPF no sistema de Programa Nacional de Imunização.

Na checagem já ficou claro que ele estava imunizado. “Ele negou.  Mas gente se certificou com o município onde ele trabalha e eles confirmaram que o médico já foi sido vacinado lá”, conta Leila.

A secretária confirma outras tentativas de burlar o sistema e avisa que a cidade vai tornar a checagem cada vez mais rigorosa.  “Todas as pessoas vacinadas no Brasil estão registradas no Programa Nacional de Imunização, onde estamos fazendo a checagem rigorosa”, explicou a secretária.

A secretária também explica que uma terceira dose da vacina pode trazer riscos à saúde, porque não se conhece a reação ao misturar imunizantes diferentes e pode até bloquear a imunização à doença.

Por Diarinho