Moro deixa Podemos, vai para União Brasil e pode desistir de candidatura à Presidência

O ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro avisou a correligionários que deixará o Podemos e se filiará ao União Brasil. Apesar de ainda poder ser candidato à Presidência da República, Moro pode ser candidato a deputado federal pelo novo partido. O anúncio oficial da mudança de partido de Moro deve ser feito ainda nesta quinta-feira (31/3).

Moro havia se filiado ao Podemos em novembro do ano passado com o objetivo de ser candidato a presidente da República nas eleições de 2022, mas as intenções de voto em Moro hoje, segundo o agregador eleitoral do JOTA, vem caindo nos últimos meses e hoje é de 8,8%.

Diante do cenário, Moro vinha sofrendo pressão da cúpula do Podemos para desistir da candidatura à presidência.

Mais cedo, nesta quinta-feira (31/3), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também havia comunicado a seu vice, Rodrigo Garcia (PSDB), e aliados que não vai mais deixar o cargo e desistiu de disputar a Presidência da República nas eleições 2022.

João Doria disse a Rodrigo Garcia que não disputará a reeleição e o apoiaria, mas o vice reagiu, pois esperava justamente assumir o cargo para que sua candidatura ganhasse tração.

Doria cancelou parte da agenda e manteve apenas uma reunião com prefeitos às 16h, na qual anunciará sua decisão. Mas o prazo final de desincompatibilização é dia 2 de abril.

Fonte: Estadão/Portal Jota

Publicidade