Motociclista embriagado se acidenta ao sair do Moto Carrero. Passageira morre

Um acidente com um casal que tinha ido a Penha curtir o encontro Moto Carrero terminou em tragédia na madrugada de domingo. Maiara Prado, 32 anos, que estava na garupa de uma moto Kawasaki Ninja, faleceu no quilômetro 115 da BR 101, em Itajaí, por volta da meia-noite.

O piloto da moto foi preso e acusado de estar bêbado, mas pagou fiança de R$ 12 mil e já saiu da prisão.

Ele passou pela audiência de custódia e pagou fiança de R$ 12 mil para sair da prisão. Ele e Maiara Prado, que moravam em Balneário Camboriú, estavam numa Kawasaki Ninja, quando B. bateu a moto na mureta que separa a pista no quilômetro 115 da BR 101, em Itajaí. Maiara morreu na hora.

Segundo o delegado Luís Felipe Franco, o inquérito policial com a prisão em flagrante foi apresentado à justiça neste domingo. O juiz de plantão arbitrou fiança de R$ 12 mil. Ele responderá em liberdade pelo crime de homicídio culposo, com o agravante de estar embriagado ao volante.

O delegado informou que B. se negou a fazer o teste do bafômetro. No entanto, a constatação da embriaguez foi feita pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que atenderam a ocorrência. “No depoimento ele confirmou que ingeriu bebida alcoólica e que ao retornarem para a casa, a vítima caiu da moto. O empresário afirmou que não sabe como o acidente ocorreu. A dinâmica será apurada pela perícia, porém há marcas na mureta, conforme relatos dos PRFs. Mas é necessário aguardar o resultado da perícia para afirmar, de forma categórica, como ocorreu o acidente”, informou o delegado.

Segundo a PRF, B. acertou a mureta que divide as pistas da rodovia federal. Maiara caiu na pista e morreu, após ter o corpo arrastado contra a contenção. B. só teve ferimentos leves. Ela deixa um filho adolescente.

 

Imagem: redes sociais da vítima / com informações do Diarinho

Publicidade