Mulher é presa ao tentar se passar por policial e dar golpe em pousada

Uma mulher foi flagrada pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), na manhã desta sexta-feira (20), em Florianópolis, quando tentava dar um golpe numa pousada, para sair sem pagar. Ela já havia sido presa mais de 50 vezes pelos crimes de roubo e estelionato.

Segundo a PRF, a corporação recebeu uma denúncia e enviou agentes até a hospedagem, localizada em Canasvieiras, no Norte da Ilha.

A suspeita, de 42 anos, estava hospedada no local há cerca de uma semana. Ao ser questionada sobre o pagamento, teria tentado intimidar os funcionários.

A mulher teria dito aos funcionários que estava participando de uma investigação e que poderia prendê-los, caso atrapalhassem as diligências.

Ela afirmou, ainda, que era agente da PRF, trabalhava na Academia Nacional, e  que a conta seria paga pela instituição. Diversas comandas de restaurantes da região foram encontradas com ela.

A suspeita foi encaminhada para a 5ª Delegacia de Polícia, no bairro Trindade. Ela foi indiciada por usurpação da função pública, ou seja, exercer ou praticar ato de uma função que não lhe é devida, com pena prevista de três meses a dois anos de detenção e multa.

Comente Abaixo