Multas até 50% mais caras já estão valendo

 

Motoras que forem flagrados olhando ou manuseando o telefone celular serão multados em R$ 293,47. A infração, que antes valia para falar ao telefone e era considerada média, passou para gravíssima, gerando 7 pontos na CNH. A mudança passou a valer terça-feira, dia 2, em todo o país e inclui aumento de valores em todos os níveis de infração




As multas leves, médias, graves e gravíssimas foram reajustadas entre 52% e 66%. Os condutores que dirigirem embriagados ou se recusarem a fazer o teste do bafômetro pagarão multa de quase R$ 3 mil, além de ter a carteira suspensa por um ano.
As mais pesadas, com multiplicador de 10 vezes, passam a ser de R$ 2934,70. Este é o valor previsto para quem é pego disputando racha ou forçando a ultrapassagem em estradas, por exemplo.
Também poderá pagar o valor máximo quem se recusar a fazer o teste de bafômetro, exame clínico ou perícia para verificar presença de álcool ou drogas no corpo. Neste caso, se for reincidente em menos de 12 meses, a multa será dobrada, chegando a R$ 5869,40.

Como era e como ficou
Infração leve

Antes: R$ 53,20
Agora: R$ 88,38
Ex: estacionar longe da guia, buzinar em hora ou local proibidos

Infração média
Antes: R$ 85,13
Agora: R$ 130,16
Ex: farol desligado em rodovias

Infração grave

Antes: R$ 127,69
Agora: R$ 195,23
Ex: não dar seta, som alto, estacionar em calçadas, faixa ou ciclovia

Infração gravíssima
Antes: R$ 191,54
Agora: R$ 293,47
Ex: dirigir sem CNH (multiplicado por 3), fazer racha (vezes 10), dirigir alcoolizado ou recusar bafômetro (vezes 10)

(Fonte: Diarinho)

Comente Abaixo