Namorado de servidora do fórum morta em Itajaí se entrega à polícia

L.T., de 28 anos, se entregou à polícia na madrugada desta segunda-feira (10), acompanhado de sua advogada. Ele é o principal suspeito de ter matado a servidora da justiça estadual Indira Mihara Felski Krieger, de 35 anos.  A justiça chegou, inclusive, a emitir o mandado de prisão temporária contra o lutador de MMA.

A família ficou preocupada quando Indira marcou um encontro com a irmã, a juíza Anuska Felski, mas não apareceu conforme o combinado. Fizeram contato com L.T., namorado de Indira, mas ele sempre dava uma desculpa de porque Indira não podia conversar com os familiares no momento.

Os familiares foram até o prédio onde ela morava, o edifício Tangará, no bairro Fazenda, em Itajaí, e pediram para checar as câmeras de monitoramento. Pelas gravações, viram que Indira não havia saído do local. As câmeras flagraram L.T. saindo do prédio com o carro de Indira na madrugada de sábado (08).O Ford Ka foi encontrado na tarde de domingo (09) próximo a um motel em Balneário Camboriú.

A porta do apartamento em que Indira morava foi arrombada e ela foi encontrada, por volta das 22h de sábado (08) sem vida, deitada na cama. A causa da morte teria sido asfixia.

Indira era técnica judiciária no fórum de Itajaí. Ela foi velada e sepultada no cemitério da Fazenda no domingo (09).

Por Linha Popular

Publicidade