Ocupação de leitos de UTI na região da AMFRI está em 74%

A ocupação de leitos de UTI na região da AMFRI, envolvendo hospitais públicos e particulares, registra neste domingo uma ocupação de 74,17%. As informações são do CIGERED.

Neste domingo, os Hospitais da região possuíam 31 leitos de UTI disponíveis e 89 ocupados, dos 120 que são oferecidos pela rede municipal e particular neste momento.

Hospital Marieta Konder
Leitos: 70
Ocupados: 47
Ocupação: 67,14%

Centro COVID – Ruth Cardoso 
Leitos: 30
Ocupados: 23
Ocupação: 76,67%

Hospital Unimed
Leitos: 10
Ocupados: 9
Ocupação: 90%

Hospital do Coração
Leitos: 10
Ocupados: 10
Ocupação: 100%

AUMENTO

No dia 11 de fevereiro, quinta-feira, a ocupação era de 64%, com 82 leitos ocupados. No dia 11, a disponibilidade de leitos era de 128.

Além da demanda regional, duas outras situações contribuíram para o aumento da porcentagem da ocupação dos leitos de UTI na região da AMFRI.

O Hospital da UNIMED, em Balneário Camboriú, desativou 8 leitos de UTI, diminuindo sua capacidade de atendimento e aumentando a taxa de ocupação que era de 50% dia 11, com 18 leitos disponíveis e 9 ocupados, para 90% neste domingo, com 10 leitos disponíveis e os mesmos 9 leitos de UTI ocupados.

Outro fator que contribuiu para o aumento, foi a transferência de pacientes de Chapecó para Itajaí. Na segunda-feira passada, dia 08, um paciente foi transferido para a cidade do oeste para Itajaí. Neste domingo, 14, foi realizada mais uma transferência emergencial. Um paciente de 68 anos foi removido do HRO de Chapecó para o Hospital Marieta Konder Bornhausen.