Olavo de Carvalho morre, aos 74 anos, por complicações do COVID

Foto: REUTERS/Joshua Roberts/Direitos Reservados

O filósofo e escritor Olavo de Carvalho morreu nessa segunda-feira (24), aos 74 anos, nos Estados Unidos, onde vivia. A informação foi dada pela família nas redes sociais do escritor. “Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica sua morte na noite de 24 de janeiro, na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado”.

Natural de Campinas, São Paulo, ele deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos. De acordo com a filha de Olavo, ele morreu vítima de complicações da COVID. Recentemente, Olavo esteve internado em hospital no Brasil com problemas cardíacos.

No dia 16 de janeiro, Olavo foi diagnosticado com Covid-19 e desmarcou aulas em seu curso on-line de filosofia. “O professor foi diagnosticado com covid e já se recupera. Esperamos que tudo se normalize em breve”, escreveu a conta administradora em um grupo no Telegram.

No Twitter, o presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do escritor. “Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do país, o filósofo e professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi gigante na luta pela liberdade e farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, afirmou.

Agência EBC

Publicidade