Operação da PF apreende carros de luxo em Balneário Camboriú

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagram nesta quinta-feira (24/3) as Operações Retis e Spiderweb, que têm como objetivo reprimir e desarticular organizações criminosas especializadas na remessa de cocaína da América do Sul para o continente europeu.

Houve a apreensão de carros de luxo em Balneário Camboriú, como um 911 turbo avaliado inicialmente em R$ 839 mil, uma BMW M5 avaliada em pouco mais de R$ 1 milhão e uma BMW 320i avaliada em quase R$ 300 mil.

Foram expedidos 17 mandados de prisão e 86 mandados de busca e apreensão para cumprimento nos Estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Também foram decretadas medidas patrimoniais de sequestro de imóveis, bloqueio de bens e valores existentes nas contas bancárias e aplicações financeiras dos investigados, que totalizam um valor estimado de aproximadamente R$ 55.000.000,00 (cinquenta e cinco milhões de reais), havendo ainda grande probabilidade de que no decorrer dos trabalhos haja a identificação e o bloqueio de outros bens vinculados aos integrantes das Organizações Criminosas.

As investigações revelaram que estas organizações criminosas se utilizavam de métodos variados para promover a remessa dos carregamentos de cocaína a países da Europa, por meio do Porto de Paranaguá/PR, tais como: a inserção da droga por mergulhadores em compartimento submerso do navio (“sea chest”), ocultação em contêineres sem conhecimento do exportador, modalidade conhecida internacionalmente como “RIP ON-RIP OFF”, ocultação no maquinário refrigerador dos contêineres, acondicionamento dissimulado da droga no interior de cargas lícitas de madeira, suco de laranja, açúcar, entre outras.

No decorrer das investigações, que iniciaram em 2019, foram realizadas 80 apreensões no Brasil e no exterior que totalizam, aproximadamente, 21 toneladas de cocaína.

Durante os trabalhos, foram realizados dois procedimentos de entrega controlada em conjunto com a França, que proporcionaram às autoridades daquele país a oportunidade de acompanhar o recebimento da cocaína em solo europeu, com a identificação do grupo criminoso responsável pela retirada da droga (“RIP OFF”) no Porto de Le Havre, resultando na prisão dos envolvidos e apreensão de pistolas e fuzis, além da droga remetida.

Polícia Federal e a Receita Federal desarticulam organizações criminosas especializadas no tráfico internacional de drogas entre o Brasil e a Europa
https://www.gov.br/pf/pt-br/assuntos/noticias/2022/03/a-policia-federal-e-a-receita-federal-desarticulam-organizacoes-criminosas-especializadas-no-trafico-internacional-de-drogas-entre-o-brasil-e-a-europa

Publicidade