Operação do Gaeco desmantela quadrilha especializada em grandes assaltos

Uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate à Organizações Criminosas) em Blumenau neste domingo (15) desmantelou uma organização especializada em grandes assaltos.

Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelos policiais em Blumenau, Gaspar e Indaial.

Foram apreendidos seis fuzis, diversas munições de “grosso calibre”, inclusive de calibre .50, coletes balísticos, explosivos, pistola, revólver e grande quantidade em dinheiro.

Os criminosos são suspeitos de terem praticado grandes assaltos no Paraná e em Santa Catarina, dentre eles o roubo ao Bradesco de Blumenau em setembro do ano passado.

O grupo também seria responsável pelo roubo a Caixa Econômica Federal de Piên no Paraná e o roubo ao Banco do Brasil de Vidal Ramos, no Vale do Itajaí.

A quadrilha teria cometido ainda outros assaltos contra excursões de comerciantes.

O coordenador do Gaeco em Blumenau, promotor de Justiça Carlos Eduardo Cunha, diz que a investigação estava centralizada em roubos a bancos, mas não descarta envolvimento deste mesmo grupo em outros assaltos.

Segundo o Gaeco, esta organização efetuava assaltos a bancos sob a modalidade de “novo cangaço” e assaltos a excursões de comerciantes que viajavam a São Paulo para aquisição de mercadorias e revenda em Santa Catarina e no Paraná.

Segundo a investigação, materiais estavam prontos para serem usados – Foto: PM/divulgação

Durante a ação tática policial houve reação armada e um dos criminosos morreu em confronto com o Bope.

Além dos militares do Bope, policiais militares do 10°BPM, policiais do Gaeco, policiais da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Civil participaram da operação. Foram feitas diligências em Santa Catarina e no Paraná.

A hipótese da investigação é que os criminosos estava se articulando para mais um roubo, devido ao arsenal encontrado estar pronto para uso carregadores municiados e armas já carregadas.

Comente Abaixo