Os números do COVID melhoraram em Balneário Camboriú? Nem tanto!

Embora a situação esteja muito melhor do que em outros tempos, a situação da COVID em Balneário Camboriú está longe de estar sob controle.

Por isso existe tanta necessidade de que as pessoas se vacinem e mantenham o cuidado, principalmente as vésperas de uma temporada de verão.

Embora o prefeito Fabrício Oliveira trouxe em suas redes sociais algumas informações otimistas, falando das internações na UTI do Centro COVID, ele não abriu o leque e apresentou mais números que mostram que a situação não está tão boa assim.

Vamos aos números.

Internações

Embora o Centro Covid, pelo boletim de ontem(10), tenha apenas 8 pessoas internadas em UTI e nenhuma seja de Balneário Camboriú, Balneário Camboriú tem 3 munícipes internados em UTI de outras instituições.

Em leito Clínico no Centro COVID, também só tem 8 pacientes, sendo 4 de Balneário Camboriú. Acontece que o município tem 28 pacientes internados em leitos clínicos de outras instituições.

Ou seja, de acordo com o boletim de ontem, dia 10, Balneário Camboriú tem 35 pessoas internadas em tratamento para COVID-19. O pior que o município não consegue baixar disso faz meses.

Casos

Na ultima semana de outubro, entre os dias 25 e 31, o município teve apenas 116 novos casos, e isso é ótimo. No encerramento daquela semana, o município tinha apenas 204 casos ativos.

Acontece que na primeira semana de novembro, entre 01 e 06, o número voltou a subir, com um aumento de 85% o número de infectados ativos, totalizando 215 novos casos no período. Estes casos ativos só vão diminuir na segunda quinzena de novembro.

Casos Ativos

O município está desde maio sem registar menos de 200 casos ativos. Esta marca em maio só durou 3 dias. Antes disso, o município só tinha registrado menos de 200 casos ativos em outubro de 2020.

A gestão da saúde encontra dificuldades em baixar este número. O boletim de ontem registrava 287 casos ativos, pessoas em quarentena, mas estão em isolamento?

Estão sendo fiscalizados ainda os estabelecimentos comerciais para saber se estão obedecendo as normas?

Vacinação

Outra coisa que chama atenção é o fato da prefeitura não divulgar junto aos óbitos, se as pessoas haviam ou não se vacinado para COVID. A informação é importante e retrata melhor a realidade que vivemos.

Expor isso é importante para que a própria sociedade cobre que as pessoas se vacinem. Divulgar que uma pessoa morreu de COVID mesmo tendo o ciclo completo, não vai mudar a ideia de uma pessoa que é “pró-vacina” e nem mesmo aumentar o número dos “anti-vacina”.

A situação da pandemia em Balneário Camboriú é muito melhor, com certeza. Mas está longe de estarmos bem e em paz com relação a esse maldito vírus. Principalmente com as novas ondas que estão surgindo na Europa.

Sim, ainda é bem preocupante.

 


Os números do COVID melhoraram em Balneário Camboriú? Nem tanto!
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent