Paulinha a um passo da expulsão do PDT

O presidente estadual do PDT, Manoel Dias, admitiu há pouco ao blog possibilidade de expulsão da deputada estadual Paulinha, do partido. Ela está suspensa desde o início do ano e o julgamento pela comissão de ética nacional deve acontecer até o fim do mês.

As informações são da colunista Karina Manarin

“Acho que é a saída porque ela não tem mais nenhum vínculo com a gente”, disse o presidente ao ser questionado sobre a possibilidade de expulsão da deputada do PDT.

A deputada responde ao processo na Comissão de Ética por assumir a liderança do então Governo de Carlos Moisés da Silva, do PSL, sem discussão e autorização do PDT, partido que declarou não comungar com as idéias daquela administração.

Questionado sobre se a expulsão libera a deputada para filiar-se em outro partido sem a perda do mandato, o presidente estadual do PDT, Manoel Dias resumiu em duas palavras a resposta: “Isso é questionável”. Sinal de que o partido pode questionar também o mandato da deputada.