Paulinha no Podemos. Fabricio Oliveira desiste da disputa ao governo.

Paulinha e Fabricio Oliveira em conversa off, em maio de 2021.

Fontes ligadas a coluna confirmam nesta terça-feira (29) a filiação da deputada Paulinha para o Podemos. A deputada estava sem partido desde que foi expulsa do PDT por infidelidade partidária, ao apoiar o governo Moisés.

Embora havia uma conversa quase que confirmada com os Cidadania, uma segunda possibilidade seria a sua filiação ao Podemos em Santa Catarina, que se confirmou hoje. Paulinha deve concorrer novamente a deputada estadual nas eleições deste ano.

Já Paulo Dalago, o Paulinho Bagual, prefeito de Bombinhas, deve caminhar junto com Carlos Moisés para o Republicanos. Mas isso pode acontecer mais para frente, já que Paulinho não vai concorrer a nada e o DEM deve ir contra Moisés em 2022.

Fabrício Fica

Já em Balneário Camboriú está praticamente confirmada a permanência de Fabricio Oliveira no cargo de prefeito. Desde o ano passado Fabrício demonstrava interesse em concorrer ao governo do Estado e chegou a fechar o seu nome com o partido para as eleições de 2022.

Com as mudanças nas articulações do Podemos no Estado, apoiando Moisés, e sem intervenção da executiva nacional, Fabrício desiste de concorrer ao governo em uma candidatura que se tornou completamente inviável.

Um movimento articulado por comissionados no governo municipal tentou emplacar uma campanha “Fica Fabrício”, talvez para dar um “outro nome” para a desistência que já estava evidente há uns dias.

Reunião do anúncio

Uma reunião com a executiva do Podemos de Balneário Camboriú, secretários e com empresários da cidade, estava marcada para acontecer hoje e comunicar a permanência de Fabrício a frente da administração em Balneário Camboriú. Mas a mesma foi desmarcada no final da tarde de hoje.

O cancelamento da reunião aconteceu, coincidentemente ou não, logo após a publicação do vídeo de João Rodrigues anunciando que não iria renunciar a prefeitura de Chapecó e que estava retirando a sua pré-candidatura ao governo do Estado.

Ou seja, é bem capaz de alguma coisa mudar até sábado, data limite para desincompatibilização. Eu, particularmente, acho difícil mudar o cenário local.

Climão

Toda essa história do “fica ou não fica” tornou a relação de Fabrício com o vice Carlos Humberto completamente insustentável. Dizem pelos corredores que sequer diálogo tem acontecido entre os dois nos últimos dias.

Carlos Humberto, que desde o ano passado trabalha em sua campanha para deputado estadual, tinha ainda a expectativa de tirar o pé em caso de renúncia de Fabricio para alguma composição estadual. A situação está tão complicada que o vice prefeito não tem comparecido nem mesmo em eventos oficiais.


Paulinha no Podemos. Fabricio Oliveira desiste de disputa ao governo.
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent

Publicidade