PDT de Balneário Camboriú deixa o governo Fabrício Oliveira

Não foi uma e nem duas vezes que eu, em minhas colunas, alertei sobre o PDT de Balneário Camboriú “virar o cocho” com o governo de Fabrício Oliveira.

A maior prova disso, foi a decisão aos 45 do segundo tempo em apoiar o atual prefeito em sua reeleição. O PDT namorava de pertinho com o MDB de Edson Piriquito e, pelo visto, só decidiu em que lado ficar quando viu quem era o favorito no pleito.

Hoje, nos exatos 130 dias do governo Fabrício Oliveira, pouco mais de quatro meses completos, o PDT anunciou a saída do governo. A nota assinada pelo presidente do partido Rodrigo Talevi, é recheada de cutucadas e indiretas.

O Partido Trabalhista, que tinha muitos trabalhadores indicados no governo, chegou a ter secretarias no mandato passado, várias direções e algumas coordenações. Até a esposa irmã do presidente da sigla era diretora. Ao que tudo indica, a conversa em 2021 não teve o mesmo nível.

Parece inclusive que nem teve conversa, e isso é uma queixa de muitos vereadores da base.

Pois bem, PDT sai atirando, dizendo que muita coisa está errada e que não concordam com várias coisas, que nos outros quatro anos nunca viram. Interessante.

Veremos as cenas dos próximos capítulos e se os cargos indicados do governo pedirão exoneração.

Segue a nota do partido na íntegra. 

PDT DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ DECIDE PELA SAÍDA DA BASE DO GOVERNO FABRICIO OLIVEIRA

Nos processos eleitorais de Balneário Camboriú, em 2016 e 2020, o Partido Democrático Trabalhista optou por caminhar ao lado do projeto político do Prefeito Fabricio Oliveira, por entender que em ambos os momentos era aquele que permitia maior diálogo e abertura para nossa concepção de cidade, nossas bandeiras e proposituras de políticas públicas.

Desde o início houveram divergências e diferenças, normais do processo político democrático das composições governamentais, em que pese o PDT nunca fugiu do seu
compromisso coerente com suas causas programáticas. Contribuímos respeitando a diretriz
governamental escolhida pela maioria do povo de Balneário Camboriú, mas sem perder nossa identidade, sempre pautando ao Senhor Prefeito e sua equipe as demandas que representam os interesses populares, a fim de contribuir com o melhor para a cidade e sua gente.

Algumas contrariedades quanto ao tratamento dispensado ao Sistema Único de Assistência Social (SUAS), quanto a Educação Integral no município e quanto aos valorosos servidores públicos de Balneário Camboriú. Neste último ponto destaque para o Projeto de Lei n. 60/2021 de autoria do Poder Executivo que prevê o não pagamento da contribuição patronal por parte da Prefeitura quanto ao Fundo de Assistência à Saúde do Servidor Público – FUNSERVIR, colocando em risco no futuro tão importante instrumento de proteção ao servidor e seus dependentes, tendo sido aprovado na sessão legislativa de 11 de maio de 2021.

Também nos motiva o PDT, com sua história marcante de contribuições com o desenvolvimento econômico e social do Munícipio, diante da profunda crise econômica que
estamos inseridos na realidade brasileira, iniciar a apresentação do seu projeto para cidade, sem intermediários, de forma autêntica, por entendimento que é aquele que melhor pode dar respostas as demandas do atual momento.

Em 2022 nossa prioridade é contribuir com o único projeto de país que pode estabelecer para o Brasil um Projeto Nacional de Desenvolvimento, representado na candidatura de Ciro Gomes, discutindo no âmbito regional a proposta do Projeto Catarinense de Desenvolvimento do PDT de Santa Catarina. O Trabalhismo é a saída para o Brasil, da
mesma forma que fortalecer esse projeto é apresentar para Balneário Camboriú o que a
cidade precisa para o pós pandemia, a retomada econômica com geração de emprego e renda, aliada a proteção dos marginalizados e daqueles que mais precisam, sejam trabalhadores ou empresários atingidos. Esta prioridade, coerente com o projeto de país, irá resultar também no projeto que desde já irá ser dialogado com a sociedade civil de Balneário Camboriú, a ser construído coletivamente e apresentado em 2024.

Neste sentido, através de sua Executiva Municipal, o PDT de Balneário Camboriú declara sua independência diante do governo Fabricio Oliveira, de modo a poder contribuir naquilo que for bom para a cidade, mas contestar aqueles pontos que divergem e nos distanciam, pois se tornam irreconciliáveis. O que nos move sempre será aqueles que aqui vivem, aqueles que aqui trabalham e produzem, o povo de Balneário Camboriú.

Balneário Camboriú (SC), 12 de maio de 2021
EXECUTIVA MUNICIPAL DO PDT DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

 


PDT de Balneário Camboriú deixa o governo Fabrício Oliveira
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent