Piche e manchas de óleo aparecem em Laranjeiras

Uma grande mancha de óleo e pedaços de piche (resina de petróleo) foi avistada neste final de semana na costa de Balneário Camboriú, entre a praia de Laranjeiras e a Barra Sul. Até agora não se sabe a origem da poluição e não haveria ligação com a grande mancha de petróleo que atingiu o nordeste brasileiro.

A mancha foi registrada por um grupo de homens que navegavam naquele trecho com caiaques. Eles filmaram tanto o óleo sobre a água quanto os pedaços de piche que boiavam.

Os técnicos da secretaria do Meio Ambiente (Semam)de Balneário Camboriú já estão investigando o caso, mas não confirmaram ainda a presença da mancha e do piche na costa do município.

A bióloga Maria Heloísa Furtado Lenzi, secretária do Ambiente, diz que é difícil saber a origem do óleo. Mas descarta que ele seja o mesmo que tenha atingido a costa do nordeste brasileiro e algumas praias do Espírito Santo e do Rio de Janeiro.
“Muito improvável a mancha chegar aqui, pois a distância é muito grande e o óleo vai perdendo volume. Além disso, a plataforma continental em nossa região é muito extensa, mantendo o óleo afastado das praias”, explica.

De acordo com Edésio Pereira, diretor de fiscalização da Semam, desde ontem há uma varredura nas praias. A suspeita seria de que uma antiga embarcação teria largado o óleo no mar, próximo a Laranjeiras, e depois partido em direção ao sul. Algumas pessoas chegaram a ver a embarcação, mas não anotaram o nome dela.

Por Diarinho

Comente Abaixo