Polícia apreende R$ 470 mil e passaporte de Nego do Borel no RJ

Polícia conta dinheiro em espécie encontrado na mansão de Nego do Borel no Recreio, na Zona Oeste do Rio — Foto: Reprodução

Peritos da Polícia Civil do Rio e de São Paulo vão analisar os equipamentos e dispositivos eletrônicos apreendidos nos dois endereços do cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, acusado pela ex-namorada Duda Reis de estupro de vulnerável, ameaça, injúria e lesão corporal.

Nego também prestou queixa contra Duda, por injúria, calúnia e difamação, e negou as acusações. Os imóveis vistoriados na manhã desta quinta-feira (28/1) ficam no Rio e em São Paulo.

O artista estava no estado paulista. No Rio, a polícia encontrou um cofre com R$ 470 mil em espécie. O pai do cantor foi acionado para acompanhar as buscas. Na unidade federativa fluminense, os agentes também apreenderam o passaporte de Nego do Borel.
Entre os equipamentos confiscados nos dois endereços, estão telefones e computadores.

As ações nos dois imóveis foi determinada pela Justiça, que autorizou a busca e apreensão para apurar as denúncias registradas na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo.