Polícia Civil deflagra operação Regalia em SC

A Policia Civil, através da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), deflagrou, nesta segunda-feira, 5, a segunda etapa da operação “Regalia”, que apura os crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção passiva e ativa, concussão, prevaricação, facilitação de fuga, falsidades, organização criminosa, dentre outros, perpetrados por agentes públicos, particulares e advogados no Presídio Regional de Blumenau. Foram cumpridos 40 Mandados de Prisão e 27 Mandados de Busca e Apreensão, em 10 cidades catarinenses – Bombinhas, Camboriú, Itapema, Navegantes, Barra Velha, Blumenau, Gaspar, Indaial, Pomerode e Araquari. Uma coletiva à imprensa foi realizada às 15h de hoje, na sede da Deic, no bairro Estreito, com o resultado da operação.

No total, 70 pessoas foram indiciadas, sendo que já foram emitidos 40 mandados de prisão preventiva para agentes penitenciários, advogados, empresários, ex-detentos e familiares de detentos. Essa foi a segunda etapa da operação, sendo a primeira realizada em 2015. Naquela ocasião, os policiais prenderam 39 pessoas, incluindo 13 agentes prisionais envolvidos em corrupção e tráfico de drogas. A atual etapa teve início há cinco meses.

Participaram da ação: as Divisões da DEIC – (DRACO, LAB-LD, DRAS, DD, DFRV, DENARC, DCCPP); DINI (Diretoria de Informação e Inteligência da SSP/SC); Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIPC); DIC de Joinville; DIC de Brusque; DIC de Balneário Camboriú; Dpco Camboriú, Dpco Tijucas, DIC de Jaraguá do Sul, Dpco Porto Belo; DH de Joinville; DIC de São José; DRP de Palhoça; Dpco de Navegantes; Ministério Público de Santa Catarina, Corregedoria e Diretoria de Inteligência da Secretaria de Justiça e Cidadania.

Comente Abaixo