Polícia Civil prende homem que matou comerciante por uso de máscara em Itapema

A Polícia Civil prendeu no Paraná na noite de quinta- feira (25) o suspeito de um homicídio de um comerciante em Itapema, litoral Norte de Santa Catarina.

O preso, de 38 anos, responsável pelos disparos que mataram o jovem, estava foragido na cidade de Arapongas, no Paraná.

A operação dos policiais civis de Itapema contou com o apoio da Polícia Civil paranaense e da 7ª CIA da Polícia Militar.

Após a prisão, o suspeito será transferido para a Delegacia de Polícia de Itapema para os procedimentos legais. A Polícia Civil ainda procura os outros dois envolvidos no crime.

Uso de máscara

Na segunda-feira (22) o comerciante de 24 anos foi morto a tiros em frente ao seu estabelecimento comercial após uma discussão. O motivo do desentendimento teria sido sobre o uso da máscara de proteção obrigatória.

Antes do crime, três pessoas foram até o estabelecimento comercial e compraram bebidas alcoólicas. Elas teriam tentado entrar sem o equipamento de proteção, mas foram orientadas pelo comerciante que era proibido a permanência no local sem a proteção.

Após a compra, o grupo saiu retornando mais tarde, permanecendo em frente ao local e realizando aglomeração. A vítima reclamou da conduta dos homens e, nesse momento, a discussão teve início. O fato aconteceu no Bairro Alto São Bento, em Itapema.