Polícia fecha agência de turismo suspeita de aplicar golpes em haitianos em Blumenau

A Polícia Civil de Blumenau fechou nesta quinta-feira (20) uma agência de turismo na cidade suspeita de aplicar golpes em haitianos.
O local vendia passagens aéreas internacionais e funcionava como casa de câmbio, mas tudo não passava de disfarce conforme os policiais.

O suspeito de aplicar os golpes era um haitiano de 30 anos. As vítimas também eram haitianas e tentavam trazer parentes para o Brasil. Porém, elas só descobriam que se tratava de um golpe na hora do embarque. Uma dessas vítimas chegou a perder R$ 10 mil na compra das passagens.

A Polícia já identificou dez pessoas que foram prejudicadas pela agência. “No início, o que ele fez, ele até atuou de forma correta, ao menos no início. Do final do ano passado para agora é que ele começou, pelo menos a gente constatou, começou a lesar os haitianos “, afirmou o delegado Lucas Gomes de Almeida.

O homem suspeito de aplicar os golpes prestou depoimento e negou os crimes. Por precaução, ele teve o passaporte retido para que não possa deixar o país e deve ser indiciado por estelionato continuado.

“Causou uma própria repulsa da comunidade haitiana, de alguns haitianos, porque não acreditavam que um próprio cidadão, um irmão de pátria pudesse lesar, aplicar golpes”, disse o delegado.