Polícia Federal descobre fraude de R$ 100 mil em auxílio emergencial em SC

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Federal em Santa Catarina nesta quinta-feira (30): quatro em Joinville e um em Balneário Barra do Sul. As ações fazem parte da operação Farinha Pouca, deflagrada após a PF descobrir fraudes no auxílio emergencial estimadas em R$ 100 mil reais.

Criminosos de Joinville utilizam nomes e dados de terceiros para conseguir o auxílio emergencial. Eles se cadastravam no programa da Caixa Econômica Federal com esses dados e, depois de conseguir o dinheiro, se passavam pelo beneficiado e pagavam contas no comércio local.

A conta do Auxílio Emergencial dá a possibilidade de pagamento em máquinas de cartão que são comumente encontradas em lojas ou mercados, por exemplo. Além disso, é possível fazer pagamento de boletos e transferências.

A PF apreendeu dispositivos eletrônicos e de armazenamentos. Assim que houver autorização judicial, eles serão analisados para recolhimento de novas provas e eventuais suspeitos que ainda não foram identificados.

As investigações continuam e, a princípio, há três investigados que podem ser indiciados por furto qualificado mediante fraude e por falsificação de documento público. Somadas, as penas máximas podem chegar a 14 anos de prisão.

Fonte: Jornal Linha Popular