Polícia prende homem que mandou matar empresário em Balneário Camboriú

Um homem de 35 anos foi preso temporariamente pela Polícia Civil na sexta-feira (13) suspeito de ter sido o mandante do assassinato do empresário Humberto Luiz Cavazzotto, de 49 anos. A vítima foi assassinada com seis tiros na frente de casa, no Centro de Balneário Camboriú, no Norte catarinense, há cerca de dois meses. O autor dos disparos ainda não foi identificado.

O mandado de prisão foi cumprido na BR-101, entre Balneário Camboriú e Itapema, pela Divisão de Investigação Criminal (DIC).

A polícia acredita que o crime foi cometido porque o preso estaria sendo ameaçado pela vítima por causa de uma dívida de cerca de R$ 100 mil. Três dias antes, após ver o empresário com dois cobradores em uma loja de pneus, o suspeito foi embora dentro do porta-malas de um carro blindado do gerente do local, disse o delegado Ícaro Malveira, responsável pelas investigações.

O homem ficou em silêncio durante interrogatório e depois foi levado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.

O crime

O empresário foi assassinado na frente de casa na manhã do dia 20 de janeiro deste ano. A vítima foi atingida por seis tiros quando conversava com o sócio. O autor do crime estacionou o carro perto da residência por volta das 8h, esperou Cavazzotto sair de casa, desceu do veículo, foi até ele e atirou.

Após os tiros, o empresário tentou ir para dentro da casa, mas morreu na entrada da residência. O bandido fugiu em um Voyage que foi localizado a aproximadamente quatro quadras da casa. O veículo tinha sido roubado em Itajaí no dia anterior.

Cavazzotto era empresário do ramo de fabricação de eixos para reboque de barcos.