Por unanimidade, comissão de ética do PL decide pela expulsão de Medeirinhos

Na noite desta quinta-feira (11), a Comissão de Ética do Partido Liberal (PL) se reuniu para deliberar sobre a expulsão do partido do vereador Asinil Medeiros.

O relator da comissão, o advogado Uander Fernandes Chaves, proferiu a decisão que foi acatada de forma unânime pelos demais membros. Agora a decisão deve ser encaminhada para executiva do partido.

Vale lembrar que o vereador pode recorrer da decisão junto ao órgão partidário estadual no prazo de 5 dias.

O Caso 

A denúncia contra o vereador Asinil Medeiros ocorreu em decorrência da eleição da mesa diretora da Câmara de Balneário Camboriú, quando o vereador não acatou a orientação partidária e votou contra o candidato do partido, vereador Cristiano do Santos.

O voto de Asinil foi decisivo e elegeu o candidato do governo, Marcos Kurtz (Podemos), por 10 x 9.

Em virtude dessa situação os outros dois vereadores do PL, Victor Forte e Cristiano dos Santos entraram com representação junto ao Conselho de Ética, solicitando a expulsão de Medeiros por ato infidelidade partidária.

Por Nilton Bleichvel