Porco nasce com dois corpos em Santa Catarina

O nascimento de um porco com dois corpos, uma cabeça e oito patas chamou a atenção de pesquisadores de São Miguel do Oeste, no Oeste catarinense, nesta semana (vídeo abaixo). Segundo o biólogo e professor Jackson Preuss, os gêmeos siameses, unidos pelo abdômen durante o desenvolvimento embrionário, nasceram mortos. Um vídeo foi publicado pelo especialista nesta sexta-feira (6).

Preuss explica que casos assim são raros e, dificilmente, animais sobrevivem nessas condições.

Agora, os corpos serão estudados por pesquisadores do Núcleo de Estudos em Vida Selvagem da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc).

“As chances de sobreviver são muito baixas, praticamente impossível, pois muitos sistemas estão comprometidos por não estarem bem formados”, esclarece o professor.

De acordo com Preuss, a má formação genética pode ter origem ambiental e pode ser causada, até mesmo, pela ação de microrganismos. Ele acredita, no entanto, que o caso tenha mais a ver com consanguinidade. A condição só foi verificada durante o parto.

G1SC

Publicidade