Poucas e Boas V – Coluna Ácido Úrico

Rebelde 

O vereador Lucas Gotardo soltou o verbo na tribuna contra o chefão da Emasa, Douglas Beber. Vou parafrasear a minha conversa sobre o assunto na manhã de hoje.
Levando em consideração a parte política partidária, de fato existe um partido que ele faz parte, que deu toda a estrutura para ele se eleger vereador e agora ele ta descendo a lenha como oposição, mas não pede para sair. Isso mostra que ele é egocêntrico, pois a “revolta” parece que está motivada pela votação no pleito de 2018. Lucas queria a “máquina” trabalhando para ele.
Sem contar que, por mais de 2 anos, ele manteve os carguinhos dele nomeados e se esbaldou. Só mandou exonerar aos 45 do segundo tempo. E tu não podes pagar de paladino da moralidade, quando se tem cargo na Câmara nomeado em troca de voto para o presidente.

Ele está envolvido com o NOVO, que tem velhos conhecidos da política local, e paga de oposição de “nova” política. Pior, usando como argumento para bater no Douglas, o discurso fraco da oposição que, em momento algum, parou para questionar a responsabilidade da própria auto pista pelo atraso. Alias, o lado oeste não tem impedimento algum e a ANTT liberou faz uns 3 meses. Arteris nada fez até agora.

A elevatória da Emasa esta atrapalhando a construção de uma coluna na cabeceira norte e eles poderiam muito bem estar trabalhando em todo o resto. Douglas tem suas deficiências, mas Lucas não tem se mostrado flor que se cheire.

Secretamente 

A reunião “secreta” para assinatura do decreto de desapropriações para a implantação da Ecovia, só foi divulgada depois que aconteceu e já tinha até vídeo promocional pronto. O porque, ninguém sabe. Mas imprensa não foi comunicada por nenhum meio, a comunidade no geral não foi chamada. A reunião contou com a presença de vereadores, puxas e representantes da associação do bairro.

Eu ainda estou matutando a real necessidade desta obra. Acho que os elevados das marginais, como é o caso da 4ª Avenida, anunciado há exato 1 ano, seria bem mais interessante neste momento.

Tomou Doril 

Na reunião da prefeitura com representantes do bairro Nova Esperança na terça-feira, o caldo ferveu fortemente. A situação foi muito bem contornada e ficou tudo em paz. Mas teve vereador, que mesmo com a sessão sendo encerrada mais cedo para os vereadores participarem da reunião, vendo o clima esquentar e o bate boca ferver, sumiu do nada. Vazou da boca, como diria os locais.

Quem sumiu também foram os caras que estavam na reunião com a Arteris. Tinha unzinho, caladinho, quietinho e escondidinho. Os demais, nem deram as caras.

Comente Abaixo