Pré Eleições: Quem paga a conta, também somos nós

As eleições são só no ano que vem, onde serão gastos milhões de reais, pagos por nós, para elegermos quem vai ferrar com a nossa vida. Isso nós já sabemos.

O negócio é que existe o período pré-eleitoral, onde políticos de todos os tipos fazem de tudo para aparecer e se promover. O problema é que essa conta nós também pagamos.

São diárias, passagens aéreas, projetos para obras que nunca sairão do papel, eventos públicos que mais parecem um palanque político e por ai vai. Em Balneário Camboriú, já estamos pagando essa conta. E está ficando caro.

Entrevista paga

O prefeito Fabricio Oliveira viajou essa semana para São Paulo para conceder uma entrevista para um programa da Band News. A entrevista em si não sei dizer se foi paga,  mas ela custou dinheiro.

A brincadeira custou duas diárias no valor total de R$ 2.483,02, mais as passagens aéreas, é claro. Com tanta tecnologia, a entrevista poderia ter sido dada remotamente não acham? Assim como diversos outros convidados do mesmo programa. Se a prefeitura pagou 35 mil reais para Mário Sergio Cortella dar uma palestra remotamente, porque o prefeito tem que dar entrevista no presencial?

Acontece que a viagem não foi só para entrevista. O prefeito também visitou a deputada Renata Abreu, do Podemos. O assunto foi abordado por um colunista de Chapecó e devidamente espalhado via “imagenzinha” pelos comissionados.

Ninguém daqui sabia desta viagem. Porque? Modus Operandi de Fabrício: Para mídia estadual tudo, para mídia local não tem tempo. Isso serve até para “inauguração” da faixa de areia que a imprensa local soube por uma colunista estadual.

O assunto da visita para a deputada foi Balneário Camboriú? Não. Foi política. Para resolver as pendengas do mal estar do Podemos em SC. Eu já tinha cantado a bola quando José Galvani Alberton assumiu a SC Par, que Paulinho estava muito mais perto de Moises do que se imagina. Paulinho jura de pé juntos que não.

Puxando 

Quem está em Brasília, gastando passagem aérea e mais R$ 3.310,70 em diárias é o vereador Kaká Fernandes. A justificativa das duas diárias é que ele estaria “a serviço” da Câmara Municipal em agenda aos ministérios e visita ao gabinete do deputado Daniel Freitas.

Olhando as redes do vereador, tudo que vimos é puxação de saco ao presidente, foto com ministro e até cerimônia de escolas cívico militares. O mais engraçado é ver Kaká chamando Daniel de “meu deputado”, sendo que Kaká trabalhou para Geovânia de Sá em 2018.

A visita teve direito a notinha plantada no Blog do Prisco. Prisco, aquele que foi “saído” do TCE, perdendo o salariozinho de 30 mil talkeys. Dizem que o “pedido” de “saída” e as férias repentinas no SCC veio de um grandão do STJ, incomodado com um comentário pesado do Prisco. Prisco é estranho, ganhou uma grana preta da ALESC ás vésperas das eleições de 2018 e chamava Merísio de “meu lindo”. Agora “endireitou”?

Seminário

Teve um buzuzu de um seminário de comunicação que acontece hoje e amanha (26) na Maravilha do Atlântico. Como não gosto deste tipo de evento e acho dinheiro jogado fora, nem me atentei.

Hoje, para minha surpresa, a coisa que eu acho perda de tempo, custou R$ 9.800,00 aos cofres públicos, para ouvir colunistas políticos e outros “experts”. Sim, a Câmara bancou 20 inscrições no valor de R$ 490,00 cada, para sei lá quem participar do evento. Vi foto de vereador participante. Será que ensinam a conjugar verbo também?

Na minha época tinha que solicitar 15 dias antes explicando o porque o curso era bom e de interesse público para justificar a compra direta. E depois ainda tinha que fazer relatório e repassar o conhecimento. Hoje empenham compra na segunda para curso que começa na quinta, sem nem explicar a necessidade ou quem vai.

Elevado 

Com a obra atrasada há meses, a prefeitura está tendo que se agilizar para terminar a obra que começou antes do alargamento e ainda não terminou. Afinal, tem que fazer bonito para 2022 e ter o que mostrar né?

Para isso, a empresa que executa a obra pediu um aditivo de míseros 185 mil reais. E olha que a obra não foi barata e só está faltando a “perfumaria”. A brincadeira já está em 12,4 milhões de reais e espero que entreguem logo.

Estou ressabiado com o quanto essa eleição de 2022 ainda vai custar.


 

Pré Eleições: Quem paga a conta, também somos nós
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent