Prefeito de Balneário manda carta para Temer se recusando a participar da inauguração do Centro de Eventos

O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, enviou um ofício na manhã de hoje ao presidente Michel Temer, dizendo que não vai participar da “inauguração” do Centro de Eventos de Balneário Camboriú. Um ofício no mesmo teor, foi enviado para o Governador Pinho Moreira.

Entre outros motivos, o prefeito alega que a obra está inacabada e faltando diversos equipamentos para seu pleno funcionamento. Entre eles, o sistema de climatização e o próprio habite-se da obra.

Na carta, Fabrício ainda diz:  “Não medirei esforços para que o Centro de Eventos abra o mais rápido possível, no entanto, com todas as condições necessárias para operação.”.

Nas cartas ao presidente e ao governador, o prefeito falou dos valores já investidos pela prefeitura, que teria cumprido com a sua parte na obra.

“Investimos cerca de R$ 25 milhões, assumindo inclusive responsabilidades da empresa licitada,que abandonou a obra do entorno e entregamos o que nos cabia um dia antes do prazo”, disse o prefeito.

 

Confira na íntegra, a carta enviada ao presidente Temer:

Excelentíssimo Senhor
Michel Temer
MD Presidente da República

Me dirijo muito respeitosamente à Vossa Excelência para manifestar que não participarei de evento de inauguração do Centro de Eventos de Balneário Camboriú programado para o próximo sábado (22) de dezembro.

Faço isso sustentado na posição de que, apesar dos esforços das esferas estaduais e federais, na qual reconheço, mas o complexo não tem condições de abrir suas portas para eventos, tendo em vista que o Habite-se para funcionamento ainda não foi liberado, faltando ainda a finalização do pavimento superior, a climatização, o mobiliário necessário e vários outros elementos que possam habilitar o espaço para funcionamento, de Direito e de Fato. Ressalto que, inclusive, que ainda não há definição de gestão dos espaços.

Por acreditar que Vossa Excelência pense desta mesma forma defendo que a inauguração do Centro de Eventos, aqui de Balneário Camboriú, quando as obras estiverem de fato concluídas, visto que essa é uma demanda urgente para o desenvolvimento da cidade e da região.

Da parte da prefeitura cumprimos a nossa parte no contrato. Investimos cerca de R$ 25 milhões, assumindo inclusive responsabilidades da empresa licitada,que abandonou a obra do entorno e entregamos o que nos cabia um dia antes do prazo, com o rigor necessário dado a necessidade da conclusão desse complexo, mesmo que para isso tenhamos deixado outras obras e as operações de asfaltamento do município comprometidas e com um ritmo lento.

Reafirmo que não medirei esforços para que o Centro de Eventos abra o mais rápido possível, no entanto, com todas as condições necessárias para operação. Essa é a transparência que nosso município e o Estado merecem.

Dessa forma, reitero o meu desejo de que as medidas cabíveis para o funcionamento pleno desse equipamento sejam tomadas pelas esferas que assinam essa obra, assim como fez o município, e aproveito para informar que não estarei presente no ato inaugural. Não por deselegância e nem por desconsideração à Vossa Excelência, mas sim, por tudo o que expus anteriormente.

Atenciosamente

Fabrício Oliveira
Prefeito de Balneário Camboriú

———-

Ao governador Pinho Moreira, Fabrício enviou a seguinte carta.

Excelentíssimo Senhor
Eduardo Pinho Moreira
MD Governador do Estado

Me dirijo muito respeitosamente à Vossa Excelência para manifestar que não participarei de evento de inauguração do Centro de Eventos de Balneário Camboriú programado para o próximo sábado (22) de dezembro.

Faço isso sustentado na posição de que, apesar dos esforços das esferas estaduais e federais, na qual reconheço, mas o complexo não tem condições de abrir suas portas para eventos, tendo em vista que o Habite-se para funcionamento ainda não foi liberado, faltando ainda a finalização do pavimento superior, a climatização, o mobiliário necessário e vários outros elementos que possam habilitar o espaço para funcionamento, de Direito e de Fato. Ressalto que, inclusive, que ainda não há definição de gestão dos espaços.

Por acreditar que Vossa Excelência pense desta mesma forma defendo que a inauguração do Centro de Eventos, aqui de Balneário Camboriú, quando as obras estiverem de fato concluídas, visto que essa é uma demanda urgente para o desenvolvimento da cidade e da região.

Da parte da prefeitura cumprimos a nossa parte no contrato. Investimos cerca de R$ 25 milhões, assumindo inclusive responsabilidades da empresa licitada,que abandonou a obra do entorno e entregamos o que nos cabia um dia antes do prazo, com o rigor necessário dado a necessidade da conclusão desse complexo, mesmo que para isso tenhamos deixado outras obras e as operações de asfaltamento do município comprometidas e com um ritmo lento.

Reafirmo que não medirei esforços para que o Centro de Eventos abra o mais rápido possível, no entanto, com todas as condições necessárias para operação. Essa é a transparência que nosso município e o Estado merecem.

Dessa forma, reitero o meu desejo de que as medidas cabíveis para o funcionamento pleno desse equipamento sejam tomadas pelas esferas que assinam essa obra, assim como fez o município, e aproveito para informar que não estarei presente no ato inaugural. Não por deselegância e nem por desconsideração à Vossa Excelência, mas sim, por tudo o que expus anteriormente.

Atenciosamente

Fabrício Oliveira
Prefeito de Balneário Camboriú