Prefeitura de Camboriú vai gastar R$ 915 mil em chafarizes

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Uma licitação lançada em fevereiro deste ano teve o contrato publicado nesta terça-feira, dia 15, no Diário Oficial dos Municípios. O objeto? Chafarizes!

Sim, o município de Camboriú vai gastar R$ 915.977,10 em 4 chafarizes a ser instalados em locais determinados no edital. Nos documentos do edital há apenas projetos técnicos, não dá para saber exatamente como será e como vai ficar o “enfeite”.

A ganhadora da licitação, e única participante da licitação, é a “Acqua Chafarizes e Fontes Luminosas”, do município de Guararema, estado de São Paulo. Aliás, o prefeito viajou em abril do ano passado para São Paulo, justamente para ver chafariz. Estranho!

São dois chafarizes no Parque Linear. Um dos equipamentos será instalado no lago do parque, um tipo de “show das águas”. Vale lembrar que o lago por si só já é uma área de preservação e, em teoria, deveria ter um estudo ambiental para ser executado, afinal, existe várias espécies de animais que ali vivem, inclusive peixes. Os dois chafarizes juntos custarão R$ 565.020,00

Outro chafariz será montado em um “Parque de Acesso”. Não dá para entender exatamente onde fica isso, mas vai custar a bagatela de R$ 148.145,55

Mais um chafariz será montado no Parque da Bica, naquele lago verde e sem oxigenação. O chafariz do Parque da Bica vai custar R$ 25.870,00

O mais curioso é o chafariz que será montado na Praça Daniel Silvério. Alias, procurei 3 pessoas, todas nascidas em Camboriú, e nenhuma dela soube informar precisamente onde é esta praça. A princípio, seria no final da Rua Daniel Silvério, próxima a sede social da prefeitura, no Bairro Cedro. Mas pode ser que seja a Pracinha do Cedro também. O chafariz da praça que ninguém sabe ao certo onde é, vai custar R$ 176.940,85.

Depois de gastar mais de 530 mil reais em painéis de LED, essa licitação mostra que pelo jeito está sobrando dinheiro na prefeitura de Camboriú, para gastar dinheiro com tanta bobagem.


Prefeitura de Camboriú vai gastar R$ 915 mil em chafarizes
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent

Publicidade