Projeto de brinquedos inovadores, inédito no país, foi lançado em Balneário Camboriú

Brincar e aprender é a proposta da educação infantil. Em Balneário Camboriú, as crianças irão participar de um projeto inovador e inédito no país, onde com o auxílio de um robô de brinquedo elas aprenderão sobre matemática, programação, desenvolverão raciocínio lógico, cooperação e diversas outras habilidades. Foi lançado nesta quinta-feira (25) o Projeto ROPE – Brinquedos de Programar, uma parceria entre a Prefeitura, Univali e Ministério Público. A entrega dos primeiros três robôs foi nesta tarde, aos alunos do NEI Carrossel. O evento, realizado no auditório do CEM Vereador Santa, contou com a presença de alunos, pais, professores e autoridades.

Desenvolvido para crianças da Educação Infantil, o “ROPE” é um brinquedo permite trazer a tecnologia para a sala de aula, de maneira divertida e lúdica, sem a necessidade de uso de computadores. O robozinho simpático, feito de madeira, funciona obedecendo comandos das próprias crianças. Ele possui quatro botões direcionais, que fazem o robô andar para frente, para trás e girar para os lados, e ainda um botão para a execução dos comandos. Emanuel, de 05 anos, brincou com o robô e ficou entusiasmado com a novidade. “Gostei quando ele começou a andar, parecia que não ia parar mais” contou. Natan, também de 05 anos, gostou da novidade. “Eu apertei o botão pra frente e pro lado, daí ele foi” disse.

Outros 10 Núcleos de Educação Infantil também receberão os robôs. O prefeito Fabrício Oliveira, que não pôde participar da cerimônia devido agenda em Brasília, gravou um vídeo para os participantes. “Esses pequenos robôs vão despertar nas nossas crianças o raciocínio lógico, noções de programação. Tudo isso num ambiente de inovação, num ambiente lúdico para que nós possamos aos poucos despertar e familiarizar a educação com a inovação, a tecnologia para uma melhor formação às nossas crianças”, disse o prefeito. “Todos sabemos da importância do brincar na educação infantil. É brincando que as crianças desenvolvem habilidades, podem errar e fazer de novo, se sentem desafiadas e aprendem. O ROPE já conquistou as crianças e com certeza, será um importante aliado à educação”, falou a secretária de Educação, Denize Leite, que agradeceu a escolha do município para este projeto.

Com o ROPE podem ser trabalhados conceitos importantes como a resolução de problemas, número, estimativas, lateralidade e outros aprendizados fundamentais nesta fase do desenvolvimento infantil. O projeto está sendo desenvolvido há 03 anos e envolveu acadêmicos, professores, mestrandos e doutores. Durante o lançamento, o coordenador do projeto e do Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) da Univali, André Luis Alice Raabe relembrou a trajetória do projeto até que ele pudesse ser entregue às crianças. “Tudo começou quando meu filho ganhou de presente um brinquedo, vindo dos Estados Unidos. Tive a ideia de fazer algo tão lúdico quanto e que pudesse ser trabalhado de forma mais pedagógica. O projeto foi ganhando adeptos importantes da graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado, tomou corpo, sofreu algumas alterações até que chegamos no ROPE”, relembrou emocionado.

O projeto visa levar tecnologia inovadora para a educação infantil, sem levar as crianças para um laboratório de informática, conectadas em frente a tela do computador. O robô estará na sala de aula ou em qualquer outro espaço do ambiente escolar, e vai permitir o contato direto dos alunos, que serão os responsáveis pela sua programação. São eles que vão dar os comandos ao brinquedo. “Com a entrega do ROPE concluímos o tripé proposto pela universidade, que é ensino, pesquisa e extensão. É uma alegria imensa saber que a ideia saiu do papel e agora poderá ser utilizada na educação das crianças, de forma diferenciada e lúdica” falou o gerente do setor de Extensão e Cultura da Univali, Pedro Floriano dos Santos.

Os brinquedos possibilitam que a criança realize atividades lúdicas que trabalham conceitos importantes como a resolução de problemas, número, estimativas, a lateralidade e outros aprendizados fundamentais nesta fase do desenvolvimento infantil.

____________________
Informações Adicionais:

Secretaria de Educação
(47) 3363-7144