Quanto o preço da gasolina cairia em Santa Catarina com a redução de impostos?

© Fernando Frazão/Agência Brasil

Para ter um impacto significativo no bolso do consumidor, a redução de impostos sobre combustíveis dependerá de quanto será a alíquota de ICMS em estados, que pode ser fixada pelo Congresso em 17%. No melhor dos cenários no país, a redução da gasolina poderia chegar a R$ 1,85. A margem é prevista para o Rio de Janeiro, que lidera os tributos estaduais sobre o combustível. O valor considera os R$ 0,69 que eram cobrados em impostos federais e foram zerados pelo governo na segunda-feira (6).

Outros estados em que a redução de impostos será mais significativa são Minas Gerais, onde a chance de diminuição é de R$ 1,62, e Piauí, com R$ 1,60. A média de preços chega a R$ 1,13 no Amapá, onde o ICMS cobrado é o mais baixo do país. Em Santa Catarina, o valor da redução ficaria em R$ 1,153.

As simulações levam em conta o efeito do ICMS em estados, e foram calculadas, a pedido da reportagem, pelo economista William Baghdassarian, que atua como professor de finanças do Ibmec Brasília. Os valores de comparação levam em conta a última divulgação da Agência Nacional de Petróleo (ANP). A soma dos impostos federais foram acrescentadas pelo SBT News. 

Veja a seguir a expectativa para redução da gasolina em cada estado.

Estimativas para redução no preço da gasolina nos Estados

Simulação apresenta efeito do ICMS em estados, se reduzidos a 17%, e o valor de R$ 0,69 que será zerado em impostos federais:

estado com redução do ICMS a 17% valor do imposto federal valor estimado após reduções de impostos
Acre 0,548 0,69 1,238
Alagoas 0,728 0,69 1,418
Amapá 0,446 0,69 1,136
Amazonas 0,512 0,69 1,202
Bahia 0,670 0,69 1,360
Ceará 0,745 0,69 1,435
Distrito Federal 0,738 0,69 1,428
Espírito Santo 0,611 0,69 1,301
Goiás 0,858 0,69 1,548
Maranhão 0,808 0,69 1,498
Mato Grosso 0,503 0,69 1,193
Mato Grosso do Sul 0,740 0,69 1,430
Minas Gerais 0,940 0,69 1,630
Pará 0,699 0,69 1,389
Paraíba 0,739 0,69 1,429
Paraná 0,676 0,69 1,366
Pernambuco 0,749 0,69 1,439
Piauí 0,919 0,69 1,609
Rio de Janeiro 1,161 0,69 1,851
Rio Grande do Norte 0,804 0,69 1,494
Rio Grande do Sul 0,862 0,69 1,552
Rondônia 0,580 0,69 1,270
Roraima 0,483 0,69 1,173
Santa Catarina 0,463 0,69 1,153
São Paulo 0,481 0,69 1,171
Sergipe 0,773 0,69 1,463
Tocantins 0,776 0,69 1,466
Efeito do ICMS foi calculado pelo economista William Baghdassarian, a pedido do SBT News. O valor do imposto federal segue o adotado pela Petrobras.

A redução do ICMS para 17%, aqui simulada, leva em conta a possibilidade de mudança que está em discussão no Senado. Com votação prevista para a próxima segunda-feira (13, a proposta, que é defendida pelo governo, coloca o limite na cobrança estadual sobre combustíveis. O presidente Jair Bolsonaro (PL) considera que as tratativas estão avançadas, e que o texto “tem tudo para ser aprovado”.

SCC 10

Publicidade