R$615 mil: Pórtico de Camboriú é licitado pelo dobro do valor previsto

O ditado “Nada é tão ruim que não possa piorar” está cada dia mais presente na cidade de Camboriú. A cada ação da administração municipal, sob o comando do prefeito Elcio Kuhnen, o ditado vai se tornando mais real do que nunca.

Desta vez foi a licitação do polêmico pórtico da cidade. A votação para escolher o design do novo portal da cidade já deu o que falar, principalmente pelo preço na qual ele estava previsto, inicialmente, algo na casa dos 300 mil reais. Segundo a notícia da prefeitura, o valor seria coberto com emenda parlamentar.

Para a surpresa de muitos, hoje a licitação foi lançada com o valor de R$ 615 mil reais, o dobro do previsto na época em que fizeram todo o carnaval para escolher o modelo.

Uma coisa que me chamou atenção foi a localização do pórtico, que mostra claramente a falta de perspectiva para o futuro que os administradores da cidade tem há décadas.

O local é colado na Marginal Oeste, no canteiro da entrada principal das duas cidades. Qualquer intervenção que venha a ocorrer no futuro naquele local, inclusive o alargamento da via de acesso ou modificação do trevo, pode fazer pórtico ir para o lixo ou ser impedida por ele.

Outra coisa que me chamou atenção são as medidas do tal pórtico. Eu não sei se a arquiteta que desenhou o projeto foi a campo ou ao menos pediu um estudo topográfico da área. A pista tem pouco mais de 6 metros, ou nem isso, mas o pórtico tem um vão de 13,8 metros. A estrutura tem ao todo 19,8 metros de largura e acho que nem cabe ali. Sem contar a altura total de 9,4 metros. Eu acho que não cabe.

E o “espelho d’agua” que tem 5×5 metros. É sério? Uma fonte com espelho d’agua naquele local? Vai servir para que? Chuveiro para morador de rua ou só para acumular sujeira e dar manutenção? A prefeitura não consegue manter as calçadas limpas e o mato aparado naquela região, mas quer criar um pórtico caríssimo, feito com mármore com queda d’agua e espelho?

O preço ainda não se justificativa pela estrutura que será metálica. Não será de concreto, mas sim de treliça metálica que irá sustentar algumas toneladas de ACM e mármore.

O valor pode baixar por se tratar de uma tomada de preços? Sim, até pode. Mas acho difícil isso acontecer desconfio destes editais com valores altos e lançados na estica do prazo mínimo de 15 dias para abertura previstos em lei. O edital foi lançado hoje, dia 13, para abertura dos envelopes dia 28 de junho.

Vamos ver no que vai dar.


R$615 mil: Pórtico de Camboriú é licitado pelo dobro do valor previsto
Poucas e Boas – Por Gian Del Sent 

 

Publicidade