Resgate Social faz 30 atendimentos em razão da chuva em Balneário

A chuva forte da madrugada deste domingo (28) aumentou o número de solicitações ao Resgate Social, para o auxílio a pessoas em situação de Rua. Em menos de 24h foram realizados 30 atendimentos, número semelhante  aos dos plantões realizados no início do ano.

Dos 30 atendimentos realizados, 14 aceitaram ir para a Casa de Passagem do Migrante, seis voltaram para suas residências e 10 não aceitaram ajuda. De acordo com o diretor do Resgate Social, Eder Clemente, quem não quer auxílio, geralmente gosta de estar nas ruas. “Infelizmente alguns escolhem viver nas ruas por depressão, drogas ou álcool e nada podemos fazer para auxiliar”, citou o diretor. Eder ressaltou também a reaproximação de alguns com a família. “Conseguimos levar algumas pessoas para perto de seus familiares, o que muitas vezes é uma conquista e um novo começo de vida”, comentou ele.

O Município oferece também a Casa de Passagem, local onde as pessoas em situação de rua podem permanecer por 48 horas. Durante sua estadia é feita a triagem com a família para saber se é possível o retorno ao lar. No local, recebem refeições e tem direito a banho. A exceção é dada para pessoas que conseguem emprego, que podem ficar por sete dias, com renovação de mais sete, se apresentar a declaração do empregador. Esse tempo é concedido para que a pessoa tenha estabilidade até conseguir um local para morar.
O contato do Resgate Social é o 3363-2745 e o telefone do plantão da abordagem é o 98839-7075.
________
Informações Adicionais:

Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social
(47) 3363-2745