“Réveillon pode”, diz nota do Governo de Santa Catarina

As portarias nº 1303 e nº 1305 que foram assinadas pelo governador Carlos Moisés (PSL) na terça-feira, 30, ampliaram os regramentos sanitários em função do registro da nova variante ômicron e causaram impacto direto na realização dos tradicionais shows de fogos promovidos pelas prefeituras das cidades catarinenses.

Na região, Itajaí foi a primeira a se manifestar cancelado as festividades de Réveillon.

Em Balneário Camboriú, o prefeito confirmou tanto o show de fogos da virada do ano como também a festa da inauguração do alargamento da Praia Central, no próximo sábado, 4, que contará com shows e atividades esportivas na faixa de areia.

“Réveillon Pode”

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a portaria que define as regras para eventos com mais de 500 pessoas, e que devem obedecer às normas do protocolo “Evento Seguro” não restringem a realização dos shows de fogos, onde é possível manter a distância segura.

Confira a nota:

A Secretaria de Estado da Saúde informa que, em relação à portaria 1305, publicada nesta terça-feira, 30, o regramento posto se dá para eventos públicos que possam causar aglomeração, sendo impossível manter o distanciamento mínimo permitido. No caso dos shows de fogos, entende-se que é possível manter este distanciamento, portanto, atende às regras da portaria. O mesmo não ocorre para eventos como shows, festivais, apresentações musicais e demais eventos públicos de grande porte ao ar livre que provoquem aglomerações ou que tenham estimativa de participação de mais de 500 pessoas e não apresentem condições de implantar pontos de controle de acesso ao público para cumprimento do protocolo “Evento Seguro.”

Com informações de Portal Menina

 

Publicidade